Interferência militar na soltura de Lula

21/12/2018 - 12:38

Na opinião do deputado teve intervenção concreta dos militares na decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli que derrubou a liminar do ministro Marco Aurélio. A liminar determinava a soltura dos presos de segunda instância que não tiveram ainda recursos julgados.

“O Bolsonaro tem dois núcleos importantes no seu Governo um da economia e outro militar”, afirmou. Segundo o deputado houve uma preocupação dentro do núcleo militar com a possibilidade de soltura de vários criminosos o que levou os militares e intervir no tema.

Um dos grandes beneficiados com a liminar teria sido o ex-presidente Lula.