Recebe a pasta, mas não nomeia

18/12/2014 - 08:00

 Wellington Dias diplomação

O Deus nos acuda de “é secretário, mas não nomeia”, dos futuros secretários de Wellington Dias deve durar no mínimo três meses.

Isto porque W. Dias já avisou que quer colocar os Piauí nos “eixos” em relação as contas no primeiro trimestre de 2015. A maior implicação será justamente nas nomeações de cargos comissionados. O enxugamento é o remédio indicado, ou seja, o secretário vai receber a pasta, mas vai ficar amarrado o máximo possível.

E esse item já está entrando na negociação que Wellington vem fazendo com os partidos. Há quem entenda e há quem ache que existe exagero. É aguardar pra saber se o controle será mesmo mantido e respeitado por todos os partidos da base.

O pacto político do PT com o PSDB

17/12/2014 - 15:11

Firmino Filho

A abertura para que o prefeito Firmino Filho (PSDB) indique um nome para ser o secretário de Saúde de Wellington Dias (PT) não se trata de uma mera parceria administrativa.

A Secretaria de Saúde costuma ser pasta inegociável até mesmo com os partidos aliados de primeira hora, como imaginar ela sendo entregue a um nome indicado pelo maior representante da maior sigla adversária?

O pacto político veio embutido e com força total. Não será possível diminuir a importância política de tal situação apenas defendendo a ideia de que ela diz respeito a apenas o prefeito e não ao PSDB.

A experiência e bons nomes para gestão da Saúde no Estado virão com certeza,  Resta saber é se neste pacote de pacto político estão vindo juntos o prestígio e a penetração política do prefeito Firmino, que justo agora, no ano em que o seu partido se firma como via anti PT dá claros sinais de que vai mesmo deixar a sigla. Quem viverá melhor, o PSDB sem Firmino Filho ou Firmino Filho sem o PSDB?

Deputados correm contra o tempo para participar de diplomação

17/12/2014 - 11:34

TREMuitos deputados federais já providenciaram uma maneira alternativa de participarem da sua diplomação, que acontece logo mais o Tribunal de Justiça do Piauí.

Deixaram uma procuração em stand by caso não consigam desembarcar em Teresina a tempo de participar da solenidade, marcada para às 18 horas.

Precavido, Júlio César (PSD) é um destes, já deixou procuração pronta. Além disso ele e outros deputados procuram voos alternativos com escalas e tentarão até o último minuto não perder a solenidade de hoje à noite.

Motivo: os parlamentares estão envolvidos com a limpeza das pauta de votação na Câmara dos Deputados.

A diplomação dos eleitos é feita pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas acontecerá no auditório do Tribunal de Justiça do Estado.

Coluna do dia – PT garante apoio a candidato de Firmino

16/12/2014 - 16:56

Luis LobãoAmanhã, a véspera do processo eleitoral fica definido,  enfim , o nome de consenso para a disputa da presidência da Câmara de Teresina.

Hoje, os vereadores defenderam o nome de Luis Lobão (PMDB). O vereador Dudu (PT) defendeu que o consenso continue para os próximos dois dias e disse mais, garantiu que o apoio do PT o candidato Luis Lobão, que é o nome de Firmino Filho.

“Da parte do PT, da parte dos vereadores do PT, apesar de poucos dias de articulação, vamos manter. Que a gente possa construir a Mesa Diretora em entendimento. Não vejo aqui quem queira fazer uma guerra”, disse o vereador Dudu, na tribuna.

Novo impasse

O novo impasse para a eleição da Mesa Diretoria da Câmara de Teresina está agora nos nomes que vão ocupar os demais cargos. Até a quinta-feira (18), dia da eleição, os vereadores representantes de suas bancadas devem  sentar com Luis Lobão e definir os nomes de cada partido que terão assento na Mesa.

Zé Filho e o litoral

O governador Zé Filho (PMDB) deixa o palácio de Karnak e volta a presidente a Fiepi. A novidade é que sua posse será no dia 2 de janeiro em Parnaíba. A ideia inicial não foi do governador, veio da própria diretoria da Federação das Indústrias, ele aceitou.  Fácil de se presumir que Zé Filho está mesmo é interessado em priorizar sua terra e também fácil supor que aí estão intenções para 2016.

Despedida

Emicionada, a deputada estadual Margarete Coelho (PP) foi as lágrimas hoje em seu discurso de despedida da Assembleia Legislativa. Maragrete ocupou a tribuna por quase uma hora e foi aparteada por todos os parlamentares presentes, que entre outros aspectos elogiaram a postura política, técnica e humana da deputada, que a partir de 1º de janeiro será a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-governadora do Piauí. Também manifestaram seu apoio a Luís Lobão, os vereadores Paulo Roberto da iluminação, Graça Amorim, Antonio José Lira e Rosário Bezerra.

Urgência

Duas coisas devem ficar sobre o terrível acidente ocorrido na BR-316, uma é a imprudência que mata, a outra é a necessidade urgente de duplicação da BR que se torna cada vez mais necessária.

Relacionamento

O futuro presidente do Tribunal de Contas do Estado, Luciano Nunes, acompanhou hoje no plenário da Assembleia os trabalhos.

Robert contra todos

16/12/2014 - 15:28

robert rios

A queda de braço sem fim continua e a 4 dias da data limite para o recesso legislativo e a discussão do Orçamento Geral do Estado volta ao ponto inicial, os repasses para Tribunal de Justiça e Ministério Público. Em menos de 24 horas os representantes do Judiciário e do Ministério Público conseguiram aumentar um ponto percentual e dois pontos percentuais, respectivamente, nos valores acertados pelos deputados.

No entanto, apesar do entendimento a votação em plenário do Orçamento foi adiada para amanhã (17) e o deputado Robert Rios foi o grande questionador. Na lógica e no questionamento do deputado se a proposta de 20% para Tribunal de Ministério Público, aceita em menos de 24 horas poderia ser votada como emenda de plenário, a sua tese de 22%  também  podia e quem “tivesse maioria que vencesse a disputa”.

Resultado, o projeto volta amanhã para reunião conjunta das comissões para lá ser novamente apreciado.

Zé Filho deixa o Governo com 13º salário pago

16/12/2014 - 09:08

zé filho

Compromisso assumido e cumprido. O secretário de Administração, João Henrique Sousa anunciou, em nome do governador Zé Filho (PMDB), o pagamento do 13 salário dos servidores para hoje e amanhã (17).

Não se pode dizer que Zé Filho é um homem vaidoso Até na hora de dar uma boa noticia, inclusive com repercussão política, delegou a missão ao secretario da Administração.

A tabela de pagamento dos servidores públicos foi antecipada. Dessa forma, o pagamento referente à segunda parcela do 13º salário estará disponível em apenas dois dias e não em quatro dias como estava programado anteriormente, neste caso para os dias 16, 17, 18 e 19 de dezembro.Um dos grandes temores da população e da própria Economia do Estado é ponto resolvido com essa antecipação.