Coluna do dia – Zé Filho não está só no PMDB de Aécio

25/06/2014 - 09:13

pmdb dividio blog elisabeth sá

Zé Filho não está só no PMDB de Aécio

Não é por menos que o PMDB tem a alcunha de Partido Mais Dividido do Brasil. A decisão do governador Zé Filho de apoiar o presidenciável Aécio Neves já foi colocada como corajosa, temerária e desprovida de apoio de grande parte dos seus pares. Mas, é fato que Zé Filho não está só nesta empreitada. E não se fala aqui de apoiamento local. A decisão foi pessoal, com uns poucos conselhos dos mais próximos, mas não é isolada no partido que, mesmo com a indicação do vice-presidente Michel Temer na chapa de reeleição da presidenta Dilma Rousseff(PT), preferiu outro palanque em estados como o Rio de Janeiro, Goiás e Bahia, além de candidaturas sem predileção por candidatos como é o caso de Paulo Skaf, em São Paulo. E o que pode se esperar disso? Nem mais, nem menos do que o cenário atual. Como disse o próprio governador Zé Filho, se já não tinha muito ou nada, quando o apoio ao Governo era certo, prefere arriscar uma mudança. Ademais, ao PMDB não causa nenhum tipo de constrangimento essa divisão. Ela lhe é peculiar. E, desde sempre, lhe permite a participação em todos os governos.

 

A força e o poder

O clima de otimismo na chapa governista é grande. E a matemática da união foi o principal argumento para fechar a coligação com 17 partidos. É que, segundo estimativas do grupo, a expectativa é eleger dois terços da bancada estadual e 7 dos 10 deputados federais.

 

Não tem mais jeito

Correu em Teresina, ontem, o boato de que o vice-presidente teria chamado alguns correligionários em Brasília para tentar demover Zé Filho de apoiar Aécio Neves.

Bobagem. O próprio vice-presidente esteve com Zé Filho, semana passada, durante café da manhã como revelou o blog.

 

Heráclito Medalhado
O ex-senador Heráclito Fortes participa, hoje, das comemorações pelos 102 anos de emancipação política da cidade de São Raimundo Nonato. Na ocasião, Heráclito será homenageado com a Medalha da Ordem do Berço do Homem Americano. A comenda é concedida ao ex-senador pelo prefeito de São Raimundo Nonato, Avelar Ferreira, e será entregue em solenidade na Câmara Municipal, às 16h.

PMDB quer reunir 8 mil

24/06/2014 - 16:00

sede PMDB

Essa é a estimativa de público que o PMDB definiu para a convenção que acontece na próxima sexta-feira. E segundo o secretário-geral do partido, deputado João Mádison é o público esperado apenas da parte do PMDB. Como participam da convenção mais 16 partidos aliados a expectativa é mais otimista ainda.”Tivemos um termômetro hoje na reunião de organização. Estamos otimistas e vamos reunir mais de oito mil. A militância do PMDB do interior estará em peso aqui em Teresina”, afirmou.

Tamanho o PMDB tem para reunir essa quantidade de pessoas, segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o partido tem 38.970 filiados no Piauí,  e com a força de um atrativo chamado Governo o potencial aumenta ainda mais. Além do PMDB, homologam seus candidatos o PSB e o PSDB. Apesar de já tratados os detalhes da festa de convenção os partidos não estão definidos quanto a questão de como serão as coligações, se total ou apenas majoritária.  Pelo menos sete dos 17 partidos da aliança governistas deverão fazer a coligação total, mas ainda existem conversações.  A Casa de shows Teresina Hall, onde será realizada a convenção tem capacidade para um público de 10 mil pessoas

 

 

Imagem: Efrem Ribeiro/meionorte.com

Aécio: dividido entre Piauí e Minas

24/06/2014 - 14:32

Aécio Neves - blog elisabeth sa

Não resta mais dúvida de que o tucano Aécio Neves vai mesmo se dedicar bastante a campanha no Piauí. Basta saber que ele chegará ao Estado na próxima sexta-feira (27) às 4 horas da madrugada e participa a partir das 13 horas estará na casa de shows Teresina Hall, zona leste de Teresina, onde será realizada a convenção que homologa a candidatura do PMDB ao Governo do Estado e do PSDB como vice, com o ex-prefeito Silvio Mendes.

Aécio deve chegar ao Piauí após participar, no dia 26, de evento na Paraíba junto com o candidato a governo, Cássio Cunha Lima. A agenda dele no Piauí foi confirmada por Silvio Mendes, mas ainda pode sofrer mudanças.

No mesmo dia Aécio segue para Minas Gerais, onde participa de outra convenção, por isso deve ser uma das primeiras participações na convenção conjunta dos partidos que estão na base do governador Zé Filho (PMDB).  A convenção do PSDB começa às 13 horas e segue até as 19 horas.

 

 

 

Petistas comemoram desempenho do véin

24/06/2014 - 12:00

elmano ferrerO desempenho do nome do ex-prefeito Elmano Ferrer (PTB), pré-candidato ao Senado, na última pesquisa eleitoral divulgada pelo Sistema Meio Norte. De acordo com os números da pesquisa, Elmano começa a disputa com 28,94% das intenções de voto. Para o deputado Cícero Magalhães (PT) trata-se de um desempenho extraordinário.

“Muito bom e é muito importante lembrar que o nome do Elmano entrou na disputa agora e que o ex-governador Wilson Martins está posto há muito mais tempo.O véin vai dar trabalho é um nome forte e a campanha nem começou”, afirmou Cícero.

Na pesquisa do Instituto Amostragem foram  entrevistados 1.137 eleitores a partir dos 16 anos de idade em 47 municípios de todas as microrregiões do Piauí. O ex-governador Wilson Martins apareceu com 48,87% das intenções de voto. Os dois percentuais são do quadro de pesquisa estimulada.

Fogo amigo,Jesus dispara contra Assis

24/06/2014 - 10:52

Assis Carvalho“Levanto essa questão porque considero necessário que o Partido dos Trabalhadores avalie com a profundidade necessária as possíveis repercussões jurídicas, pré e pós eleição, da reprovação por unanimidade das contas do Deputado Federal Assis Carvalho enquanto secretário de saúde. Mais que isso, o PT deveria fazer uma avaliação política da situação e dar uma resposta aos demais candidatos e principalmente à sociedade. Afinal, sua ficha não está suja, nem limpa, e a omissão do Partido até agora tem sido a pior resposta, na minha opinião, quase sempre isolada”

O trecho acima é a parte final do mais novo artigo do deputado federal Jesus Rodrigues (PT), no qual ele volta a questionar sobre a formação dos tribunais de contas no país e cita o caso do Tribunal de Contas do Piauí,onde apenas dois conselheiros não são de indicação política.

Jesus afirma ainda que é praticamente impossível que um gestor tenha suas contas reprovadas por uma corte de contas,uma vez que é permitida a ampla defesa de todos os pontos que forem questionados,e lembra que ele mesmo já fez várias defesas orais quando da avaliação de suas contas enquanto gestor.

Mão Santa se compara a de Gaulle e diz que terá vice do sul do Estado

24/06/2014 - 08:00

0072Assim se define o ex-senador Mão Santa (PSC). Ele concedeu hoje entrevista à TV Meio Norte e afirmando que está pronto para enfrentar a campanha eleitoral pelo Governo do Estado, “apesar que eu tenho setenta anos, embora muito enxuto”, disparou. Segundo o ex-senador o povo do Piauí está indo embora por causa do “caos, da mentira e da corrupção no Piauí”. Mão Santa se referia a situação de risco de diminuição da bancada de deputados pelo qual o Piauí passou recentemente.

Embora afirme que não tem problemas pessoais com nenhum dos candidatos ao Governo, para Mão Santa o Piauí já passou por 12 anos de alternância entre “mentira e corrupção, corrupção e mentira por isso o povo vai buscar de novo como na França, o povo ressuscitou De Gaulle, na Argentina, assim o povo do Piauí fará”, afirmou o ex-senador.

Mão Santa vai para convenção do seu partido na próxima sexta-feira (27) para ser candidato a Governo do Estado. Durante a entrevista ele revelou que o seu candidato a vice-governador será um empresário conhecido como Mano.

Marcelo Ca stro:

“O voto dele é da consciência dele. Ele que sabe em quem vai votar. O Marcelo foi o camisa de do meu Governo. O que eu tenho com ele é dívida de gratidão. Hoje o Marcelo é o camisa dez do Congresso”

Porto de Luís Correia:

“Esse porto sai comigo no Governo. São uns pilantras, esse povo quando fala de Porto de Luís Correia são uns pilantras. Quem mais sabia de Porto de Luís Correia já morreu, que era o Iveltman”

Corrupção:

“Isso que fizeram no Interpi é uma indignidade. No meu Governo eu chamei, trouxe o povo para plantar, mas estão indo embora porque a corrupção está grande demais. Cadê a terra legalizada?Se a corrupção fosse julgada eu era o senador, porque tá lá o processo, todo mundo sabe que teve corrupção na eleição”