Convenção do PMDB é marcada pela divisão pró e contra Dilma

27/06/2014 - 15:05

A convenção governista, que acontece neste momento no Theresina Hall, mostra bem a divisão entre os seus filiados e partidos aliados com relação à campanha presidencial. Ao tempo em que existem cartazes de “Fora Dilma”, fazendo uma alusão, inclusive, ao ex-presidente Collor, outros manifestam através de panfletos o apoio à presidenta do PT.

Uma parte da militância está empolgada e muitos abraçaram a causa de dois presidenciáveis que devem marcar presença logo mais – o tucano Aécio Neves e o socialista Eduardo Campos. Uma verdadeira claque está montada entre os que são contra Dilma Rousseff.

 

image

Já entre os que apoiam a candidata do PT, a movimentação se dá com a distribuição de panfletos com a frase “O PMDB é do Zé, do Michel e da Dilma”, numa referência ao vice-presidente da República, Michel Temer, que também é presidente nacional do partido.

 

image

Firmino Filho pede compensação por atendimento a pacientes do Maranhão

27/06/2014 - 14:36

chioro e firmino blog elisabeth sa

 

Durante solenidade em que o Ministro da Saúde, Arthur Chioro, fez um balanço do Programa Mais Médicos, o prefeito Firmino Filho aproveitou para colocar a difícil situação de Teresina com relação aos atendimentos de pacientes do Maranhão. E renovou um pedido antigo:a compensação financeira por estes atendimentos.

Firmino Filho revelou que também pediu mais recursos para o HUT e para que o Ministério da Saúde viabilizasse o funcionamento integral do Hospital Universitário. De acordo com o prefeito,Chioro foi convincente e marcou uma nova conversa em Brasília. Ainda sem data a ser confirmada.

Ministro faz balanço do Mais Médicos no Piauí

27/06/2014 - 12:26

Foto ministro saúde blog elisabeth sá

 

O Ministro da Saúde, Arthur Chioro, fez um balanço do Programa Mais Médicos no Piauí. Segundo ele, 327 profissionais – a maioria de Cuba – dar cobertura ao programa em 167 cidades do Piauí.

Este reforço, segundo Chioro, proporcionou um incremento de 90 a 100% no número de atendimentos, desafogando a capital. Os números deixaram até os mais críticos e céticos com relação ao programa, como o prefeito Firmino Filho, impressionados. Para se ter uma ideia, o número de atendimentos de casos de hipertensão aumentou 60% e a cobertura de pré-natal em gestantes teve um incremento de 64%.

Em tempo, o desembarque de Chioro em Teresina, na noite de quinta, foi discreto, discretíssimo. Sem muitas autoridades e imprensa, apenas o presidente da Funasa, Henrique Pires, que é do Piauí e foi receber o chefe.

Coluna do dia – A grande aliança e o “beijinho no ombro”

27/06/2014 - 07:21

zé filho e wellington blog elisabeth sa

A grande aliança e o “beijinho no ombro”

Tem razão de existir o recalque do senador Wellington Dias com relação ao grande número de partidos que o governador Zé Filho reuniu em torno de sua campanha de reeleição. O petista tem dito que a situação faz uso de barganha, pegou os partidos no laço. É que, quando foi candidato à reeleição, Dias reuniu “oficialmente” em torno do seu palanque apenas 05 partidos. Oficialmente, pois é verdade que o PMDB seguiu dividido para eleição e metade do partido – ou mais – preteriu o então candidato Mão Santa em favor de Wellington Dias. Foi uma trairagem danada e que garantiu a reeleição do petista no primeiro turno. Com Wilson Martins, foi quase a mesma coisa. Em 2010, o socialista conseguiu o apoio de oito partidos e, mesmo com maior que Dias em 2006, só venceu as eleições no segundo turno.

Eis o primeiro grande feito de Zé Filho: reunir 18 partidos (até a manhã desta sexta) em torno de sua reeleição. Pra quem começou o ano zerado, desacreditado e, literalmente, escanteado, o governador deu um drible louco em muitas raposas da política.

A esta altura, Zé Filho pode soltar a pérola do momento “beijinho no ombro”. Mas, como prudência e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém, melhor mesmo é calçar as sandálias da humildade e colocar o pé na estrada. Com tudo isso, não custa lembrar, o indiozinho do cabelin repartidim tá na frente… e longe!

 

Pensando bem…

Tem algo estranho nessa predileção escancarada pró Zé Filho. Não pode se achar que este tanto de partido busca, tão somente, a sombra e água fresca do Governo.  Não faz muito tempo e em circunstancias bem melhores, nem Wellington, nem Wilson conseguiram o feito.

Tem boi em cima de árvore.

 

O prato cuspido

O senador Wellington Dias dizia, ontem, que tem muita gente cuspindo no prato que comeu. Não é o caso de oferecer um doce para quem descobrir os traíras.

Falta chapéu para esta carapuça sem tamanho.

 

Façam suas apostas

É tido como certo o desembarque de mais dois partidos na aliança governista em torno de Zé Filho – o Partido Verde e o PR.

O Partido Verde como aliado tradicional do candidato a vice, Sílvio Mendes. Este já é certeza! Já o PR, deixou para segunda sua convenção em nome dos últimos acertos. Mas, é muito difícil reverter a posição adotada. Tá mais pra dificuldade de última hora.

 

Fogo, fogo

Bastou um princípio de incêndio para paralisar as atividades no Tribunal de Justiça nesta quinta-feira. Pré-candidatos que foram lá para solicitar certidões negativas, ficaram sem o documento.

Foi o suficiente para correr a piada que o deputado Assis Carvalho estava por trás do sinistro. Piada de mal gosto, frise-se.

 

Orientações no TRE

O Tribunal Regional Eleitoral reuniu, ontem, os juízes das comarcas no interior. Sem muitas novidades, no que diz ao texto constitucional, o tribunal chamou atenção dos novos recursos tecnológicos para eventuais denúncias.

Além do tradicional número do Disque-Denúncia, agora o Whatssap e as redes sociais são fortes aliadas.

Vampiros ou sanguessugas, tanto faz

26/06/2014 - 13:36

image

 

Num daqueles momentos de infelicidade pura, o presidenciável Aécio Neves deixou escapar o sentimento sórdido, rasteiro e, de certa forma, comum entre os que fazem política com “P” minúsculo. Ao se referir à prováveis futuros aliados, que ainda estão no Governo, o tucano disse que eles “ainda vão sugar um pouco mais” até anunciarem mudança de palanque.

A postura do candidato fica incompreensível quando ele mesmo revela que, em vez de repreender, recriminar e se distanciar deste tipo de provável apoiador, faz exatamente o contrario: “Eu digo: façam isso mesmo. Suguem mais um pouquinho e depois venham para o nosso lado”.

É a tal história : ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão! Eu prefiro: “se correr o bicho pega, se ficar, o bicho come”.

Marcelo corre atrás do prejuízo

26/06/2014 - 10:00

IMG-20140625-WA0004

Marcelo Castro (PMDB) continua correndo atrás do prejuízo de ter passado quatro meses como candidato ao Governo e não a reeleição de deputado.  O peemedebista continua com força junto ao Governo Federal,mesmo depois do anúncio de apoio do governador Zé Filho ao nome de Aécio Neves.

Esta semana o deputado esteve reunido com Caroline Pelles, assessora da presidência do FNDE (Fundo Nacional ,de Desenvolvimento da Educação) tratando da destinação de recursos para a construção de duas escolas na cidade de São José do Peixe.

O acordo é para que seja construída uma escola na zona rural e outra na sede do município. O prefeito Valdemar Santos Barros e o secretário municipal de Educação Luziano Miranda também participaram do encontro.