Dilma repete fórmula de Lula e terá forró como jingle de campanha

21/06/2014 - 07:00

Acontece hoje a convenção nacional do PT e nela será apresentado á militância do jingle da campanha de reeleição da presidenta Dilma. O jingle “Coração  Valente” foi produzido pela equipe do publicitário João Santana. A música exalta um perfil da presidente como mulher guerreira e fala da continuidade do projeto petista.”O que tá bom vai continuar, o que não tá a gente vai melhorar”, diz a letra do forró-xote, no melhor estilo “deixa o homem trabalhar”, usado por Lula em sua campanha, também a reeleição.

dilma

Em maio o PT publicou as Diretrizes do seu programa de Governo intitulado “Um novo ciclo de mudanças, Dilma Rousseff presidente, 2015-22018”.  No texto o PT critica a postura da oposição  com relação as políticas sociais implementadas afirmando que “não se trataram de políticas pontuais de “compensação social”, como concebe o receituário neoliberal”. É baseada nessa mensagem que os petistas irão defender a reeleição de Dilma e também os nomes do partido que disputarão as eleições no Estado, a exemplo do senador Wellington Dias no Piauí.

Dilma promete que seu segundo mandato será calcado nas reformas. “No segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff , portanto, é chegada a hora das reformas democráticas e populares,para consolidar as políticas bem sucedidas que empreendemos e para deslanchar novas políticas de democratização da renda, da riqueza e do poder”, afirma o plano de diretrizes do partido que servirá como base para um plano de governo.

Assista o vídeo do jingle:
www.youtube.com/watch?v=3k8YQCSs8es

Cenários de 2014

20/06/2014 - 20:00

Se no Piauí, Dilma perde um palanque, no Paraná ganha dois. E se serve de consolo, não é só o PMDB do Piauí que se divide. No Paraná a escolha do candidato peemedebista ao Governo foi na base da porra e pancadaria. Depois de divisão interna, Roberto  Requião foi escolhido por votação como candidato e agora além do palanque petista, Dilma tem o palanque peemedebista. Por outro lado, ao contrário do Piauí, lá o PSDB está do outro lado.  O PMDB é aliado do governador e candidato a reeleição, Beto Richa (PSDB), desde o primeiro mandato. Pelo visto não é só no Piauí que o processo eleitoral deste ano está criando quadros difíceis de entender.

Mudança no Piauí entra na pauta do PT nacional

20/06/2014 - 19:00

Dilma-Rousseff-durante-cerimônia-de-entrega-de-982-unidades-habitacionais-no-Piaui-2Antes da convenção PT, que acontece amanhã (21), todas as coordenações de palanque nos estados devem se reunir para tratar das alianças em todo o país e os palanques que a presidenta Dilma vai dispor. O novo cenário no Piauí será levado ao conhecimento do PT nacional. A aliança e apoio do governador Zé Filho aos tucanos deve mudar os primeiros planos petistas que eram de manter a presidente afastada da campanha no Piauí por conta da aliança nacional com o PMDB.

Da parte peemedebista a mudança de lado é justificada por duas razões, uma seria o tratamento que o Governo Federal, com poucos investimentos em grandes obras e não liberação de recursos, como o caso dos R$ 68 milhões do BNDES que são aguardados pelo Estado. E também a vinda do ex-presidente Lula ao Piauí, que foi entendida como “falta de respeito ao PMDB” do Piauí,aliado desde a primeira eleição do presidente Lula e do ex-governador Wellington Dias.

Marcelo fica amarrado a Dilma

20/06/2014 - 17:30

Mais uma vez a situação do deputado federal Marcelo Castro (PMDB) fica difícil dentro do PMDB. O governador Zé Filho selou acordo com os tucanos e vai apoiar a candidatura de Aécio Neves (PSDB-MG) a presidência, só que o deputado federal Marcelo e presidente estadual do PMDB não o seguirá.

IMG-20140620-WA0001

A razão é simples, Marcelo Castro é quem indica no Piauí o nome que ocupa o Dnit (Departamento Nacional de Infraestutura de Transporte). Hoje o PMDB do Piauí rompeu oficialmente com o PT nacional e a presidenta Dilma Rousseff com a consolidação da aliança PMDB/PSDB. Os tucanos que vinham tentando, valorizar o seu passe, conseguiram um feito a garantir o apoio do governador para o seu candidato.  A operacionalização deste palanque ficará complicada, a tendência é que parte do PMDB se volte para o palanque do senador Wellington Dias. Resta saber quem vai se “realinhar” primeiro ao PT.

 

 

Zé Filho na rede

20/06/2014 - 16:00

O governador Zé Filho (PMDB) já elegeu sua principal ferramente de interação com a população e com o seu eleitorado. Trata-se da rede social de fotos, Instagram. Aliás foi pelo insta que o governador deu seu recado por muito tempo, antes mesmo de ser confirmado como candidato a reeleição. Agora todas as postagens do governador na rede social tem um cunho de afirmação positiva e reforçando mensagens de união com o povo e amor pelo Piauí.

zé filho blog elisabeth sá

Além disso Zé Filho e sua esposa, a deputada  estadual Juliana Moraes Souza (PMDB) também demonstram firme sintonia através da rede, tanto nas questão políticas como do casal. A julgar pelo número de curtidas e comentários a estratégia vem dando certo. Uma das postagens do governador comemorando a vitória do Brasil no primeiro jogo da seleção brasileira (dia dos namorados) alcançou mais de 250 curtidas.

Aécio articula palanque governista no Piauí

20/06/2014 - 14:00

aecio-neves

Como o blog havia adiantado, na última quarta-feira (18), se efetiva hoje a aliança entre PMDB e PSDB no Piauí com a indicação do ex-prefeito Silvio Mendes como candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Zé Filho (PMDB).  Um fato importante que pode passar despercebido nesse momento, em que o governador Zé Filho conversa com  o tucano é o fato de que de candidato sem palanque e sem expressão no Piauí, Aécio pode passar a ter o palanque mais forte do Estado para fazer sua campanha a presidência, o palanque do Governo.

Segundo o prefeito Firmino Filho, diante da impossibilidade de viabilizar a candidatura de Silvio Mendes, o rompimento de Zé Filho com a presidente Dilma foi crucial para que a aliança se efetivasse. Agora, o PSDB do Piauí ganha fôlego e dá a Aécio Neves o tão sonhado palanque no Piauí, e um palanque forte.  Como planejado em janeiro deste ano, as convenções do PSB, PMDB e PSDB devem acontecer no mesmo dia, próxima sexta-feira.