Ou tudo ou nada

06/06/2014 - 06:45

marden em silvio mendes blog elisabeth saTucanos seguem firmes na manutenção da candidatura própria. As manifestações de apoio à decisão do ex-prefeito Silvio Mendes não param e pipocam nas redes sociais. Ontem foi a vez do deputado Marden Menezes, que postou foto em seu facebook afirmando que estará com o ex-prefeito onde ele for.

Os deputados do PSDB devem entender os riscos da candidatura própria e sem os devidos apoios, pois os maiores prejudicados seriam eles mesmos. A bancada tucana vem ao longo das eleições perdendo em número Com a candidatura própria, mesmo que se agreguem em torno do PSDB um bom número de pequenos partidos (o que eu não acredito) e com uma legenda alta a bancada dos tucanos corre sério risco.

Palácio pronto para a Copa

05/06/2014 - 22:11

image

O Palácio do Planalto todo iluminado, nas cores verde e amarelo,além de um belo cartão postal, um grande símbolo do patriotismo que nem sempre é ressaltado quanto deveria.

A torcida oficial é providencial à medida em que já está confirmada a presença de 21 chefes de Estado e o país se vê às voltas de iminentes manifestações e paralisações que em nada combinam com a conhecida e reconhecida “receptividade” do povo brasileiro.

Quem troca, destroca

05/06/2014 - 17:00

O ex-governador Wilson Martins bem que tentou e até conseguiu deixar o Governo com muitos apoios garantidos à candidatura do seu irmão, Rubens Martins. Mas ficou de fora da lista o apoio do suplente de deputado federal , Elizeu Aguiar. Ele e o irmão, vereador Antonio Aguiar, declaram apoio do seu grupo político ao líder do Governo, deputado João Madison (PMDB).

Madison, apesar de ter defendido abertamente a candidatura de Zé Filho e o fim da aliança costurada por Wilson Martins, sempre deixa claro em entrevistas e encontros políticos que o seu candidato ao Senado é o ex-governador, a quem, segundo ele, deve muito.

Segundo o deputado não houve disputa pelo apoio de Elizeu, na verdade a parceria vem desde a campanha para prefeito em 2012, quando os dois estiveram ao lado de Elmano Férrer. Nos bastidores não é o que se comenta.

Os vingadores

05/06/2014 - 16:30

Os vingadores

Depois de muitas curtidas deve expirar amanhã (6) a imagem dos “Vingadores” que circulou na web logo depois da renúncia do deputado Marcelo Castro. Pois, enquanto os tucanos curtem e compartilham a imagem nas redes sociais, como um viral, o deputado Marcelo Castro é esperado para comandar a  primeira reunião do PMDB após a crise provocada por sua desistência.

O encontro vai definir os rumos da convenção e da campanha de reeleição do governador Zé Filho.

Lula vem fazer campanha para João Vicente dia 13

05/06/2014 - 12:21

image

O senador Ciro Nogueira (PP) não tem poupado esforços na condição de coordenador da campanha de João Vicente Claudino (PTB) para reeleição no Senado. Anunciou, há pouco, através de sua conta no Instagram, o desembarque do ex-presidente Lula, dia 13 de junho, pela manhã, em Teresina.

O objetivo, segundo o próprio Ciro, é fazer o lançamento da candidatura de reeleição de JVC. A investida, claro, acontece antes das convenções como forma de alavancar a campanha do petebista que tem como principal e único adversário o ex-governador Wilson Martins(PSB).

O coeficiente de cada um

05/06/2014 - 08:46


image

A mudança na composição da chapa majoritária governista – e todas as especulações e confusões que se somam ao fato – tem provocado o maior rebuliço público. Mas, a movimentação política e silenciosa acontece mesmo é com relação à composição das alianças. Esta questão, sim, será o grande balizador no momento final de fechamento das coligações majoritárias e proporcionais.

A redução das vagas nas bancadas da Câmara dos Deputados e, por consequência, na Assembleia Legislativa tem provocado muitas discussões, reuniões, cálculos e mais cálculos. Tem muita liderança “vendendo alto” espólio que não lhe cabe, muito menos os votos. A matemática é exata, mas não tá fechando. E o jogo é do tipo, tu me enganas e eu finjo que acredito.

Toda a negociação passa longe do campo ideológico. Bem fez o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) que na solenidade de apoio do seu partido ao pré-candidato Padilha, do PT, rasgou ao microfone que ali estava selada uma aliança em torno do tempo no horário eleitoral gratuito. Aqui não é tão diferente. O horário gratuito pesa, sim, mas é a legenda que conta mais alto. Os partidos nanicos, por exemplo, desceram o salto e sabem que dificilmente vão emplacar um parlamentar sem uma aliança mais consistente.  A negociação está em curso e pende para o bloco da situação.

 

Osmar Júnior ensaia namoro com Wellington Dias
A informação de bastidores é que o deputado Osmar Júnior esteja fechado com o senador Wellington Dias, dito por interlocutores muito próximos ao pré-candidato do PT.

Acredito não. E por dois motivos claros. O primeiro é que o PCdoB vai debutar à frente da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, pois está bem perto de completar 15 anos no comando da pasta. O segundo é que as chances de Osmar se reeleger na chapa de Wellington é mínima em função, justamente, do coeficiente eleitoral.

 Toma lá, dá cá
O deputado Cícero Magalhães (PT) só é pequeno, mas ganha alguns centímetros ao discursar, seja na tribuna ou mesmo em seu assento, sobretudo quando parte para a discussão com o deputado Robert Rios (PDT). E como estamos falando em coeficiente eleitoral, o petista lembrava, ontem, que “ninguém chegou aqui sozinho. Ninguém aqui teve coeficiente sozinho para se eleger”.

O primeiro furo
Bastou o blog publicar a foto do governador Zé Filho com o publicitário Duda Mendonça para ser questionado da veracidade da foto. Entre os petistas, a reação foi imediata e chegaram a contestar a publicação, dizendo se tratar de uma foto antiga.

Não era não
O governador esteve, ontem, sim, com o mago de campanhas eleitorais e levou junto o seu secretário de comunicação, Toni Trinade. Duda Mendonça tinha acabado de chegar da Colômbia, onde trabalha para eleger Óscar Iván Zuluaga à presidência no segundo turno das eleições marcado para o dia 15 de julho.

Conversaram bastante e animadamente. E o gesto que Duda fez ao posar para foto com o governador Zé Filho, o “v” de vitória, para mim foi mais do que sugestivo. Foi um indicativo de que ele estará na campanha de reeleição do governador.

image

 

Quanto vale Duda Mendonça?
Não é pouco dinheiro não. Em uma campanha eleitoral, Duda chega a emplacar R$ 30 milhões. Este é o valor do contrato fechado pelo marqueteiro com o empresário José Batista Júnior, presidente do Grupo Friboi, para o Governo de Goiás.

Outra campanha que já está encomendada ao baiano é de Paulo Skaf, presidente da Fiesp, ao Governo de São Paulo. Fechando com Zé Filho, a coincidência não será somente pelo fato das ligações empresariais, da Federação das Indústrias, por exemplo. Tanto Batista Júnior, como Paulo Skaf e Zé Filho são do PMDB.

Teoria da conspiração
Dizem que o nome faz o fuxico. Então, vamos preservar o peemedebista ao revelar a tese que circula nas rodas políticas. Isso porque para este e outros tantos só um motivo levou Sílvio Mendes a embarcar no ensaio de candidatura do deputado federal Marcelo Castro: a certeza de que ela não iria muito longe.

Parece absurdo? Segundo consta, o tucano previu todo o cenário e incentivou, prevendo a discórdia no PMDB para sair como “a solução”. Assim, segundo a mesma teoria da conspiração, ele conseguiria fazer com que todos se voltassem para a candidatura majoritária do PSDB.

Ainda assim, em se confirmando a tese, não passa de um mero ensaio amador. Bastavam ter dado ouvidos – coisa que não fazem – ao dito popular que é pregado à exaustão pelo deputado Tererê, o tucano desgarrado: “Gunverno é Gunverno”.

Dois Ministros em Teresina em uma semana
Teresina recebe dois ministros em uma semana. O primeiro a desembarcar  é Paulo Bernardo, das Comunicações que participa do lançamento, nesta sexta, de um balão do Google que vai fornecer internet wifi de alta qualidade no Estado.

O outro é o Ministro da Saúde, Arthur Chioro, que tem visita agendada para a capital e Parnaíba, próximo dia 10. Entre outros assuntos, vai falar aqui do programa “Mais Médicos”.

 

image

 

Uma CPI para Firmino
O verador Dudu do PT quer saber se o aumento de 5,85% sobre gratificação dos servidores públicos da capital, concedido pelo prefeito Firmino Filho, sem passar pela Câmara de Teresina, foi regular. Já conseguiu 10 assinaturas , o mínimo para que o pedido seja protocolado na Casa.

Me parece um exagero o pedido de CPI, até porque uma consulta à Procuradoria do Município, talvez, respondesse ao vereador petista. Mas, estamos às vésperas do pleito eleitoral.