Marcelo fica amarrado a Dilma

20/06/2014 - 17:30

Mais uma vez a situação do deputado federal Marcelo Castro (PMDB) fica difícil dentro do PMDB. O governador Zé Filho selou acordo com os tucanos e vai apoiar a candidatura de Aécio Neves (PSDB-MG) a presidência, só que o deputado federal Marcelo e presidente estadual do PMDB não o seguirá.

IMG-20140620-WA0001

A razão é simples, Marcelo Castro é quem indica no Piauí o nome que ocupa o Dnit (Departamento Nacional de Infraestutura de Transporte). Hoje o PMDB do Piauí rompeu oficialmente com o PT nacional e a presidenta Dilma Rousseff com a consolidação da aliança PMDB/PSDB. Os tucanos que vinham tentando, valorizar o seu passe, conseguiram um feito a garantir o apoio do governador para o seu candidato.  A operacionalização deste palanque ficará complicada, a tendência é que parte do PMDB se volte para o palanque do senador Wellington Dias. Resta saber quem vai se “realinhar” primeiro ao PT.

 

 

Zé Filho na rede

20/06/2014 - 16:00

O governador Zé Filho (PMDB) já elegeu sua principal ferramente de interação com a população e com o seu eleitorado. Trata-se da rede social de fotos, Instagram. Aliás foi pelo insta que o governador deu seu recado por muito tempo, antes mesmo de ser confirmado como candidato a reeleição. Agora todas as postagens do governador na rede social tem um cunho de afirmação positiva e reforçando mensagens de união com o povo e amor pelo Piauí.

zé filho blog elisabeth sá

Além disso Zé Filho e sua esposa, a deputada  estadual Juliana Moraes Souza (PMDB) também demonstram firme sintonia através da rede, tanto nas questão políticas como do casal. A julgar pelo número de curtidas e comentários a estratégia vem dando certo. Uma das postagens do governador comemorando a vitória do Brasil no primeiro jogo da seleção brasileira (dia dos namorados) alcançou mais de 250 curtidas.

Aécio articula palanque governista no Piauí

20/06/2014 - 14:00

aecio-neves

Como o blog havia adiantado, na última quarta-feira (18), se efetiva hoje a aliança entre PMDB e PSDB no Piauí com a indicação do ex-prefeito Silvio Mendes como candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Zé Filho (PMDB).  Um fato importante que pode passar despercebido nesse momento, em que o governador Zé Filho conversa com  o tucano é o fato de que de candidato sem palanque e sem expressão no Piauí, Aécio pode passar a ter o palanque mais forte do Estado para fazer sua campanha a presidência, o palanque do Governo.

Segundo o prefeito Firmino Filho, diante da impossibilidade de viabilizar a candidatura de Silvio Mendes, o rompimento de Zé Filho com a presidente Dilma foi crucial para que a aliança se efetivasse. Agora, o PSDB do Piauí ganha fôlego e dá a Aécio Neves o tão sonhado palanque no Piauí, e um palanque forte.  Como planejado em janeiro deste ano, as convenções do PSB, PMDB e PSDB devem acontecer no mesmo dia, próxima sexta-feira.

Dobradinha petista pela agricultura

20/06/2014 - 11:56

deputados reunidos com o ministro Berzoini 2

O senador Wellington Dias e o deputado federal Jesus Rodrigues, ambos do PT,  estão empenhados na aprovação da Medida Provisória 636/13. A MP, entre outras coisas, dispõe sobre as dívidas dos assentados da reforma agrária relacionadas à habitação e também  autoriza que órgãos estaduais devidamente habilitados possa  fazer registro, classificação, padronização e inspeção das bebidas de origem vegetal (a exemplo de sucos e polpas de frutas).  Wellington Dias é o relator da Medida e Jesus Rodrigues é o autor da emenda.  O texto beneficia principalmente as cooperativas de produtores de polpas de frutas. No Piauí os produtores dos tabuleiros seriam alguns dos grandes beneficiados.

Sem avanços

20/06/2014 - 09:30

DSC_1407

ela segunda vez este ano a Comissão de Direitos Humanos da OAB Piauí visitou a Penitenciária Irmão Guido, 14 km de Teresina. Em janeiro a Comissão  esteve no local e em fevereiro emite relatório sobre a situação da penitenciária. As tentativas da OAB com relação a Penitenciária vem desde setembro de 2012 quando a Comissão da Ordem foi proibida de entrar no local. A Ordem não divulgou se houve algum avanço e melhorias em relação as condições do local desde o relatório emitido pela Comissão em fevereiro.

Coluna do dia – A matemática de cada um

20/06/2014 - 06:06

image

 

A matemática de cada um

Enquanto o governador Zé Filho se desdobra para garantir o PSDB em seu palanque, os adversários acreditam que este é o melhor caminho para selar a vitória de Wellington Dias ainda no primeiro turno.

A oposição é capaz de apostar que os tucanos não levam para a coligação percentual de votos capaz de bater a diferença identificada pelas pesquisas já realizadas até hoje que apontam boa diferença e vantagem para o senador petista.

Já o governador, espera e espera muito do PSDB. Acredita que os mais de 20 anos de reinado tucano na capital, o maior colégio eleitoral do Estado, será a mola propulsora para alavancar a sua candidatura, juntamente com o grande número de partidos e candidatos em seu palanque.

Neste último ponto, vale lembrar que Governo do Estado e Prefeitura de Teresina estarão em sintonia, do mesmo lado, com ampla margem e estrutura de campanha.

O fato é que, nos últimos 20 anos, as eleições majoritárias têm um histórico de polarização e acirramento com pequenas diferenças entre vencedor e derrotado. Seja no primeiro ou segundo turno

A marcha da fé

Que Copa que nada! Impressionante mesmo foi a Marcha para Jesus que reuniu, pasmem, cerca de 250 mil evangélicos pelas ruas da capital.

O evento que acontece há 13 anos contou com o suporte de 10 trios elétricos para um percurso de 4 quilômetros.

 

Firmino Filho e Zé Filho aparecem juntos diante dos fiéis

Firmino Filho e Zé Filho aparecem juntos diante dos fiéis

 

Não custa fazer uma “fezinha”
A Marcha para Jesus, como não poderia deixar de ser, reuniu também muitos políticos.
O governador Zé Filho e o prefeito Firmino Filho fizeram parte do percurso juntos. E, a certa altura, encontraram com o senador Wellington Dias. Pose para fotos e silêncio sobre política.

 

Primeira mão
Há quatro dias, em absoluta primeira mão, os leitores do blog foram informados que o ex-prefeito Sílvio Mendes tinha topado o desafio e aceito compor como vice do governador Zé Filho e o anúncio aconteceria, nesta sexta, dia 20.
Também leram que o resultado do julgamento do STF seria crucial para a formalização da aliança entre PSDB e PMDB.

 

Compasso de espera
Zé Filho e Sílvio Mendes acertaram os ponteiros, mas ainda ainda faltam alguns detalhes. Ao contrário do informado, preferem arrastar a história e vitaminar a expectativa, concentrando todas as atenções e comentários da imprensa, até a véspera da convenção.
Inteligente esse povo. Estratégia boa essa para minimizar os holofotes sobre o time adversário.

 

Dois em um
Tucanada em compasso de espera e peemedebistas em caldo de pinto.
É este o cenário, nesta sexta, com o aumento dos rumores e da certeza de que o governador Zé Filho prometerá palanque para Aécio Neves no Piauí.

 
Vale pro Chico e pro Francisco
Os correligionários do Zé Filho vão pedir para que opte pela neutralidade, não assuma um candidato e libere apoiadores para votar no candidato de sua preferência. Assim como fez Paulo Skaf, candidato do PMDB, ao governo de São Paulo.
Mais: vão alegar que o candidato a senador da chapa, Wilson Martins, já vota em Eduardo Campos.

 
Black blocs não deram ibope
As manifestações contra a Copa do Mundo têm acontecido nas cidades sede do mundial no país. Mas, nem de longe, lembram o belo espetáculo da democracia um ano atrás, quando o povo foi às ruas para demonstrar suas insatisfações.
Agora, uma turma de mascarados, os black blocs tenta, sem sucesso, chamar a atenção. Já perderam nas oitavas, desclassificados por falta de participantes, educação e noção.