Transição: em dezembro o clima tende a esquentar mais ainda

27/11/2014 - 17:37

deputado_fabio_novo_02

O cenário do político do Piauí vai ferver e vai tremer. Dezembro vem aí e, já na primeira semana, começando com os dados dos relatórios das equipes de transição, do atual e do futuro Governo, que estarão na praça. Os números não batem. Nas entrevistas dadas, tanto por um lado como pelo outro, os dados não se encontram. Os montantes de dívidas declarados não conferem.

Hoje, o deputado Fábio Novo (PT), autor da Lei que regulamenta no Estado, a legislação federal aprovada ainda no Governo de Fernando Henrinque Cardoso, que trata da transparência nos processos de transição, disse que pretende aperfeiçoar a Lei, pois não está havendo transparência no repasse dos dados por parte da equipe do Governador Zé Filho.

Nesse caso os órgãos de controle e fiscalização das leis, se não foram, já deveriam ter sido acionados. Pelo menos o TCE tem trabalhado intensamente no processo. Resta saber se o Ministério Público será acionado.

Wellington Dias (PT) também começa a semana se pronunciando  sobre os dados que deve passar o final de semana analisando. Já Zé Filho (PMDB) remarcou para terça-feira a (2) a sua coletiva de imprensa para falar sobre o mesmo tema.

Quem tem coragem de apostar que este assunto não renderá até o Natal e o Reveillon? Em janeiro, a história muda.

 

De “e agora José?” para “e agora Eletrobras”?

27/11/2014 - 13:39

Eletrobras

O bloqueio das contas da Eletrobras Piauí prejudica o Governo Zé Filho pela segunda vez. A primeira ocorreu ainda na campanha eleitoral, quando alegando inscrição do CAUC, o dinheiro do ICMS da Eletrobras, que é o maior contribuinte do Estado, não foi repassado ao Governo.

Agora uma decisão judicial determina o bloqueio de R$ 19 milhões. Assim as contas não podem ser movimentadas, portanto o repasse do ICMS não pode ser feito.  Agora a ameaça recai em cima do pagamento do décimo terceiro salário dos servidores do Estado.

Um problema que muito se afirmou que aconteceria, mas por culpa da gestão financeira do Estado. E agora que não é, o que vai se alegar?

Em tempo a decisão judicial refere-se a processo de 1995.

A Funasa no orçamento da União

26/11/2014 - 17:46

Henrique Pires e Romero Jucá

O presidente da Fundação Nacional de Saúde, engenheiro Henrique Pires, esteve com o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator do Orçamento da União.  

No encontro, Pires solicitou atenção especial aos recursos disponíveis para Funasa. “A Fundação precisa ter o melhor orçamento possível e praticável para atendermos as demandas da população”, disse Pires. 

Patrícia Leal diz que desistiu em prol do municipalismo

26/11/2014 - 16:46

IMG-20141126-WA0021

A prefeita de Altos, Patrícia Leal, que contabilizava apoio de 93 prefeitos, disse que não vai mais disputar a presidência da APPM (Associação Piauiense de Municípios) por ter entendio que a disputa interna só enfraquece a entidade.  Ela será candidato a vice na chapa encabeçada pelo prefeito de Campo Maior, Paulo Martins (PT).

Somados os apoios que contabilizam os dois candidatos já são mais de 150 prefeitos apoiando a chapa. Ainda assim o prefeito de Campo Maior diz que a disputa está a todo vapor e que pretende percorrer 15o cidades até o dia 2 de dezembro quando acontece a eleição.

APPM:prefeita de Altos desiste, Paulo Martins ganha mais força

26/11/2014 - 15:11
Paulo Martins tem grandes reivindicações junto do Governo Federal

Paulo Martins agora tem Patrícia Leal como vice 

A disputa pela presidência da APPM (Associação Piauiense de Municípios) tem agora apenas três candidatos. A prefeita da cidade de Altos, Patrícia Leal, não só desistiu da disputa como decidiu ser candidata a vice na chapa encabeçada pelo prefeito de Campo Maior, Paulo Martins (PT).

Quem apostou na indiferença de Wellington Dias em relação a disputa apostou errado. Há sim grande mérito do prefeito Paulo Martins, mas também há um empurrãozão do governador eleito nesta composição que dá ainda mais força ao colega petista na disputa do próximo dia 2.

 

Marcelo Castro no TCE  

26/11/2014 - 13:00

marcelo-castroO blog não inventa! E o certo é que na engenharia para ascender o primeiro suplente,  Flávio Nogueira (PTB) à
Câmara Federal está sendo cogitada a possibilidade de escolher o deputado federal Marcelo Castro como próximo membro do Tribunal de Contas do Estado.

A história só faz algum sentido porque todos os corredores da Assembleia já confirmaram que o parlamentar liberou algumas de suas bases e disse que não disputará mais eleição para deputado federal.

Daí essa história se confirmar…ainda mais com quatro anos de saldo a contar até o próximo pleito. A conferir.

Vagas ao gosto do freguês

Para a já assegurada vaga do Conselheiro Anfrísio Lobão, outros nomes começam a ser cogitados além dos deputados Mauro Tapety, Ismar Marques e Antônio Félix.

O deputado federal Marcelo Castro é um e o deputado estadual Fábio Novo é outro.

E não por menos se fala em aposentadoria antecipada para futuras acomodações governistas. Contando o que se especula, é pra Wellington Dias, como governador, apontar aí uns três novos conselheiros a mais fora a vaga de Anfrísio Lobão se ficar para 2015