Simone Pereria e Gessy Fonseca declaram apoio a Dr. Pessoa

20/11/2020 - 12:00

As duas candidatas a prefeitura de Teresina oficializaram seus apoios nesta sexta-feira (20) ao candidato do MDB, Dr. Pessoa. Ele enfrentará o candidato do PSDB, Kleber Montezuma no dia 29 de novembro. A empresária Gessy Fonseca disse que decidiu pelo nome de Dr. Pessoa porque acredita que com ele haverá mais abertura para o diálogo com a força empreendedora e que o seu apoio de dava sem nenhuma perspectiva de conseguir um cargo na Prefeitura durante a gestão do emedebista. A candidata do PSD, Simone Pereira, também declarou o seu apoio ao nome de Dr.Pessoa em uma coletiva de imprensa realizada na sede do PSD. Segundo ela a mudança na gestão da capital é necessária e agora no segundo turno é Dr. Pessoa quem representa esta mudança.

Davi cobra providências e pede ações do governo federal no Amapá

20/11/2020 - 11:00

Na tarde de ontem (19), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, reuniu-se com presidente da República, Jair Bolsonaro, para discutir soluções para a crise energética e seus efeitos sobre a população do Amapá, que vem sofrendo com o apagão. Na sequência, Davi encontrou-se com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que afirmou que há “ferramentas e saídas disponíveis” para ajudar o Amapá em decorrência da tragédia energética.

— A situação do Amapá é de calamidade. O estado vive uma tragédia, e é preciso uma ação do governo federal para mitigar os prejuízos da população. Há saídas e mecanismos para isso — afirmou o ministro.

Ao presidente Bolsonaro, Davi fez um relato sobre as  dificuldades por que passam os amapaenses.

— A situação do Amapá é dramática e as pessoas estão sofrendo. Expus ao presidente Bolsonaro a urgência de um auxílio extraordinário que possa recompor parte do prejuízo e dos estragos que a população vem amargando — disse Davi.

O presidente do Senado chamou Bolsonaro para ver de perto a situação no Amapá. A data não está confirmada, mas a expectativa é de que o chefe do Executivo desembarque em Macapá ainda neste sábado (21).

Fonte: Agência Senado

Conselho de Farmácia alerta sobre riscos da automedicação de antibióticos

20/11/2020 - 10:23


Na semana mundial de conscientização sobre o uso de antibióticos, que acontece de 18 a 24 de novembro, o Conselho Regional de Farmácia do Piauí (CRF-PI) alerta sobre o consumo irracional destes medicamentos, que administrados de forma incorreta ou excessiva, podem trazer sérios riscos à saúde da população como intoxicação, resistência bacteriana, alergias e outros.

Os riscos que os antibióticos pode oferecer é um assunto que há muito tempo se discute, mas os casos de intoxicação e o desenvolvimento de superbactérias em pacientes continuam altos. Até 2050, segundo informe da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado em 2019, a resistência microbiana (doenças resistentes a antibióticos) poderá estar associada a 10 milhões de mortes anuais, sendo que atualmente, acredita-se que pelo menos 700 mil pessoas morrem por ano devido à essa resistência microbiana.

O presidente do CRF-PI, Luiz Júnior, destaca que o maior risco do uso inadequado desses fármacos é o fato das bactérias desenvolverem resistência, criando as chamadas superbactérias. “São aquelas que, por alguma mutação, conseguem sobreviver ao princípio ativo dos bactericidas, repassando essa capacidade a seus descendentes e sendo assim, os antibióticos perdem a sua eficácia, resultando em um número muito grande de bactérias que não são combatidas pelos medicamentos existentes, levando inúmeras pessoas à morte”, explica Júnior.

Sancionadas 23 leis de crédito que reforçam orçamento do governo e do Judiciário

20/11/2020 - 10:00

O presidente Jair Bolsonaro sancionou 23 leis que abrem crédito especial para reforçar o orçamento de ministérios e órgãos do governo e também do Poder Judiciário. A liberação dos recursos está publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (18).
Entre as publicações, está a Lei 14.090, de 2020, que abre crédito suplementar de R$ 74,9 milhões para a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern).
Originária do PLN 26/2020, a lei destina a maior parte do dinheiro para a Infraero. São R$ 73,93 milhões que servirão para pagar despesas com obras nos aeroportos de Confins, em Belo Horizonte, e do Galeão, no Rio de Janeiro. Essas obras foram executadas pelas concessionárias e devem ser ressarcidas pela Infraero.
A Codern, por sua vez, solicitou alteração na programação orçamentária no valor de R$ 1 milhão. Esse recurso vai para projetos de recuperação da infraestrutura operacional e administrativa do Porto de Maceió, em atendimento a exigências do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).
Assim como os outros 22 créditos sancionados, o PLN 26/2020 foi aprovado por deputados e senadores na última sessão remota do Congresso Nacional, ocorrida no dia 4 de novembro.
A edição do DOU traz ainda a publicação da Lei 14.088, que abre crédito suplementar no valor de R$ 4,546 bilhões para diversos órgãos do governo federal e para transferências a estados, Distrito Federal e municípios. O texto teve origem no PLN 21/2020, que destina a maior parte dos recursos, R$ 1,8 bilhão, para o Ministério da Defesa. Em seguida, estão os Ministérios da Economia, com R$ 918,1 milhões, da Educação, com R$ 651,6 milhões, da Justiça, com R$ 437,15 milhões, e da Saúde, com R$ 385 milhões.
O restante será dividido entre outros nove ministérios, a Presidência da República, a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU). Segundo a justificativa do governo, esses valores servirão para o pagamento de despesas com pessoal e encargos sociais desses órgãos. O valor transferido para estados, Distrito Federal e municípios é de R$ 39 milhões.

Campanha de Vacinação contra Pólio é prorrogada até dia 30 de novembro

20/11/2020 - 09:34

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e multivacinação foi prorrogada até dia 30 de novembro por causa da baixa cobertura vacinal no Estado do Piauí. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o objetivo da campanha é imunizar a população alvo e contribuir para a redução do risco de reintrodução do poliovírus selvagem, mantendo o país livre da doença.

A meta do Estado é vacinar 198.921 crianças a partir de 12 meses e menores de cinco anos de idade. Até agora, só atingiu 55,04% desta meta, índice bem abaixo do estipulado pelo Ministério da Saúde. Em relação à multivacinação, a meta é atualizar a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade e também atualizar a situação vacinal da população da faixa etária de 20 a 49 anos.

Todas as crianças de um a menores de cinco anos devem receber a gotinha da Vacina Oral Poliomielite (VOP), inclusive as que estejam com a carteira de vacinação em dia. A Poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas doentes e provocar ou não paralisia.

Nos casos graves, em que acontecem as paralisias musculares, os membros inferiores são os mais atingidos. A vacinação é a única forma de prevenção. A doença permanece endêmica em três países: Afeganistão, Nigéria e Paquistão, com registro de 12 casos. Nenhum confirmado nas Américas. Como resultado da intensificação da vacinação, no Brasil não há circulação de poliovírus selvagem (da poliomielite) desde 1990.

IDEPI conclui mais uma etapa nas obras da adutora Padre Lira

20/11/2020 - 08:00


O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (IDEPI) concluiu mais uma etapa na construção da Adutora Padre Lira, no município de Dom Inocêncio, no semiárido piauiense. A obra do Governo do Estado possui, ao todo, 50 km de extensão e será uma das obras estruturantes mais importantes no combate à seca, pois vai melhorar o abastecimento de água na região, garantindo a regularidade na sua distribuição e beneficiando direta e indiretamente 12 mil habitantes.

“Além de atender à população da zona urbana, ela também chegará aos moradores da zona rural próximas à rede, auxiliando, principalmente, as famílias que têm a agricultura familiar como principal fonte de renda”, diz Leonardo Sobral, diretor-geral do IDEPI.

Nesta etapa, explica Leonardo Sobral, está sendo finalizada a implantação e montagem da estação de tratamento de água (ETA) que possui capacidade de armazenagem de 72m3 por hora. Ele informa que a adutora será abastecida pelo reservatório Jenipapo, possuindo capacidade de 400m3 para distribuição de água tratada.  Além disso, possui também duas estações de bombeamento, estações elevatórias, 18 unidades de reservatórios de fibra, com capacidade para 15 mil litros, bebedouros para animais, dentre outras características.

De acordo com o gestor, o investimento na construção da adutora chega a R$ 16,8 milhões, sendo os recursos provenientes do tesouro estadual e do orçamento geral da união. A obra também está enquadrada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“A construção de adutoras, assim como a perfuração de poços, a construção de açudes e barragens são obras de benefício social muito grande. Através delas, conseguimos minimizar e até evitar danos maiores à população dos municípios, uma vez que eles poderão armazenar água e assim fazer uma melhor distribuição nos períodos de escassez”, pontua Leonardo Sobral.

O diretor de engenharia do IDEPI, Antônio Marcos Lima, destaca que uma das maiores vantagens da adutora é, sem dúvida a melhor distribuição de água nessas regiões afetadas pela seca, em especial em períodos longos. “Além de trazer benefícios para o consumo humano, este tipo de obra tem também impactos econômicos positivos, uma vez que possibilita a abertura de novos empreendimentos que dependem diretamente da disponibilidade de água”, avalia o engenheiro.