Idade está entre os principais fatores dos óbitos por Covid-19 no Piauí

11/01/2021 - 11:00

Levantamento realizado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), aponta que as maiores vítimas da Covid-19 no estado do Piauí são idosos nas faixas etárias de 61 a 80 ano e acima de 80 anos.

O estudo levou em conta o período entre os meses de março a setembro de 2020, quando o estado acumulava 2.127 óbitos pela Covid-19.

“Estratificando os óbitos acumulados por faixa etária, observa-se que de 61 a 80 anos e acima de 80 anos representam, respectivamente, 48% (1.015) e 29% (620) dos óbitos por Covid-19 acumulados no fim do terceiro trimestre de 2020. O que nos leva a concluir que a idade é um dos principais fatores de risco ”, explica a coordenadora da pesquisa, a biomédica Ester Miranda.

Até esta segunda-feira (11), 2.906 pessoas já perderam a vida para o coronavírus, o primeiro óbito foi registrado no estado em abril de 2020. Entre os homens, os números de mortes são maiores com 1.703 registros, já as mulheres somam 1.203 vítimas da doença.

“Sete em cada dez casos, o sexo masculino é apresentado como predominante dentre os graves, sendo a frequência representada pelo intervalo de 53,6% a 80,8%. O que explica também o número elevado de óbitos neste grupo”, destaca Ester Miranda.

O levantamento aponta que os pacientes com os casos mais graves da doença estão nas faixas etárias de 40 a 77 anos de idade, enquanto isso os casos mais brandos da doença é documentado na faixa etária de 37 a 63 anos. Do total de óbitos acumulados, 87% possuíam algum tipo de comorbidade, 9,8% não havia informações e 3,6% não possuíam comorbidades associadas.

“Dentre os que possuíam comorbidades, 69% possuíam hipertensão arterial ou doenças cardiovasculares com ou sem outras comorbidades e 39% eram portadores de diabates mellitus (DM) com ou sem outras comorbidades associadas”, lembra a coordenadora da pesquisa.

O estudo aponta ainda que as cidades de Teresina e Parnaíba foram responsáveis por mais de 50% dos óbitos. Do primeiro para o segundo trimestre do ano passado, houve um crescimento de aproximadamente 111%, evidenciando a disseminação do Sarcs-CoV-2 no estado.

Esse levantamento está sendo utilizado como referência no plano de imunização contra a Covid-19 no Piauí. “Estamos na fase de preparação para a vacinação e com esse estudo podemos traçar as estratégias para o nosso plano e, assim, conseguir atender a população mais vitimada pela doença”, ressalta a biomédica.

Vítima da Covid-19, morre empresário Flávio Germano

10/01/2021 - 11:17

O empresário Flávio Germano, proprietário da Dinolândia, tinha 71 anos faleceu vítima de Covid-19 e o Governo do Estado divulgou nota.

O Governo do Estado do Piauí lamenta, com profundo pesar, o falecimento do empresário Francisco Flávio Germano Magalhães, ocorrido neste domingo (10). É um momento triste para a família e para Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL). O Governo do Piauí reconhece a contribuição do empresário Flávio Germano para o crescimento do Estado e se solidariza com seus familiares e amigos neste momento de dor.

Governador acredita que vacinação comece cinco dias após autorização da Anvisa

09/01/2021 - 16:58

Após muitos estudos e pesquisas, o Brasil está bem perto de começar a imunização de sua população. O presidente do Consórcio Nordeste e representante do Fórum de Governadores do Brasil, o governador do Piauí Wellington Dias, acredita que a vacinação pode ter início cinco dias após um sinal positivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quanto ao pedido de autorização emergencial para a Fiocruz com a AstraZêneca e Instituto Butantã com a Coronavac.

Com o pedido de autorização emergencial a Anvisa tem 10 dias, contados da última sexta-feira (8) para um posicionamento sobre autorização. “Até o dia 20 de janeiro é possível a autorização da vacina no Brasil. Como já tem vacinas no país, contrato de compra e plano nacional de imunização, eu creio que cinco dias após a autorização possamos começar a vacinar em todo o Brasil, garantindo a distribuição e qualificação. Acredito que na próxima semana teremos uma data definida para o início da vacinação e um cronograma para imunização do povo brasileiro”, disse Wellington Dias.

Na terça-feira (12), a partir das 15h, Dias afirma que haverá uma reunião, por teleconferência, com autoridades do Ministério da Saúde, Fórum de Governadores do Brasil, Consórcio Nordeste, Supremo Tribunal Federal, representantes dos municípios, Conselhos Estaduais e Municipais, Fiocruz, Instituto Butantã e Anvisa. “Acredito que a partir desse encontro teremos definição do início da imunização, com datas para qualificação, entrega de insumos e da própria vacinação e um cronograma que deve ser seguido em todo o país”, explica o presidente do Consórcio Nordeste.

Ainda na terça (12), Wellington Dias aguarda a proposta do Ministro Pazuello e a data definitiva para início da vacinação em todos os estados brasileiros, inclusive, com datas para curso de qualificação dos profissionais, entrega em cada Estado de vacinas e insumos e a data de início do Plano Nacional de Imunização.

“Assim, com 46 milhões de doses do Butantã e 50 milhões de doses da Fiocruz, fora a possibilidade de outras aquisições a exemplo da União Quimica e outras, é possível até abril, vacinar os grupos de maior risco, o que equivale cerca de 25% dos brasileiros e com isso reduzir drasticamente o número de internações e óbitos”, explica o presidente do Consórcio Nordeste.

Segundo o governador, fazem parte do grupo de maior risco os profissionais da saúde, segurança, pessoas com mais de 60 anos e com comorbidades, indígenas e quilombolas. “Em todo o Brasil reduzir número de doentes com Covid 19, internações e óbitos é o nosso objetivo. A meta é atender a toda a demanda no Plano Nacional de imunização”, declara Wellington.

Secretário de Cultura assina contrato para reforma do teatro de Esperantina

08/01/2021 - 18:47


O secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo, assinou, nesta sexta-feira (8), contrato com a Caixa Econômica Federal, garantindo a liberação de recursos para reforma e modernização do Teatro Municipal de Esperantina.

“O valor é resultado de uma emenda do senador Elmano Férrer. A reforma do teatro vai custar mais de R$ 1 milhão. O governador do Estado, Wellington Dias, já nos garantiu o restante dos recursos para a obra”, diz Fábio Novo.

O contrato foi assinado junto com o gerente executivo de Governo da Caixa Econômica Federal, Marcelo Diniz.

Segundo o secretário de Cultura, Fábio Novo, a casa de cultura pertence à Prefeitura de Esperantina e está fechada há algum tempo. “Após a assinatura do contrato junto à Caixa, a próxima etapa é apresentar o projeto de reforma e modernização para a Caixa. Assim que o projeto for aprovado, licitamos e iniciamos a obra”, finaliza Fábio Novo.

Wellington dialoga com Rodrigo Maia e Baleia Rossi sobre eleição da Câmara dos Deputados

08/01/2021 - 13:49


O governador Wellington Dias recebeu, nesta sexta-feira (8), no Palácio de Karnak, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o deputado federal Baleia Rossi, candidato à sucessão de Maia; e integrantes da bancada federal do Piauí. Na oportunidade, dialogaram sobre a eleição da mesa diretora da Câmara federal.

A eleição para definir o comando da Câmara no biênio 2021/2022 ocorrerá no começo de fevereiro. Na ocasião, também serão escolhidos os demais ocupantes da mesa diretora: dois vice-presidentes, quatro secretários e os respectivos suplentes.

Na reunião, Wellington destacou a boa relação que o Piauí mantém com o Congresso Nacional. “Nessa gestão do Rodrigo Maia, conseguimos fazer uma pauta federativa, como a repatriação, regulamentação do fundo de participação que beneficiou municípios, regras para contratos de empréstimos, dentre outros. É uma casa que nos ajuda no diálogo e no interesse do povo brasileiro”, disse Dias.

O governador também opinou sobre a candidatura do deputado Baleia Rossi. “Ele já é um líder de um partido destacado, o MDB, e tem uma boa relação com os parlamentares de diferentes partidos. A ideia que ele expressa é a atuação conjunta de partidos e parlamentares e o Brasil precisa mais do que nunca de um olhar especial para a democracia”, pontuou Wellington.

Na oportunidade, Rodrigo Maia enfatizou a importância de uma Câmara independente. “Primeiro quero agradecer à bancada do Piauí, que sempre colaborou com a minha presidência e a fortaleceu. Vamos sair com a certeza de que fizemos aquilo que era melhor para o Brasil, reafirmando a importância da Câmara dos Deputados e a sua independência, que é muito importante para a sociedade. Quando os poderes dialogam, mas são independentes, quem ganha sempre é o cidadão”, afirmou o deputado.

Segundo Baleia Rossi, esta é a primeira visita realizada como candidato à presidência da Câmara. “Quero conversar com cada um dos nossos deputados federais, sei da luta e da importância que tem o trabalho de cada um para o Piauí, Nordeste e Brasil. Sou um candidato de uma frente ampla, de vários partidos que pensam diferente, mas que lutam para garantir os pilares que alicerçam a nossa candidatura, que são a defesa da democracia, das instituições, da ciência e de uma câmara livre e independente”, destacou o parlamentar.

Progere II já investiu mais de R$ 4 milhões em projetos produtivos no Piauí

08/01/2021 - 10:05

Executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), o Programa de Geração de Emprego e Renda no Meio Rural (Progere) já atendeu diretamente 644 famílias rurais em 32 municípios do estado. Presente em três territórios, o programa tem como objetivo reduzir a pobreza e melhorar a renda das famílias rurais dos três territórios em que atua.

Desenvolvido nos territórios do Entre Rios, Cocais e Carnaubais, o programa já investiu R$ 4.756.110,56 em atividades produtivas. Uma das principais linhas de ação do projeto é o desenvolvimento de iniciativas de negócios em arranjos produtivos. Em todo o estado, o Progere já atendeu 644 famílias rurais, sendo 461 mulheres e 139 jovens beneficiados diretos no apoio à produção e geração de renda.

A diretora do Progere II, Janaína Mendes, ressaltou que o programa tem como principal objetivo atender famílias rurais e que, mesmo com a pandemia, “o projeto teve grandes avanços. O ano de 2020 foi de grande investimento do Governo do Estado para o programa e, apesar da pandemia, conseguimos desenvolver e implementar novos projetos e, isso foi positivo”.