Piauí atinge melhor nível de isolamento do país, mas W. Dias faz alerta

05/07/2020 - 17:40

O Piauí alcançou, no último sábado (4), a melhor posição de isolamento social entre os estados do Brasil, com 49,63%, segundo dados da empresa Inloco. Teresina ficou no topo entre as capitais com 53%. O anúncio dos dados foi feito pelo governador Wellington Dias que comemorou a colaboração da população piauiense, embora também tenha manifestado preocupação com o aumento do número de mortes.

“Quero agradecer ao povo do Piauí pela colaboração neste período, pois sei que está sendo muito difícil. No último sábado, alcançamos a primeira colocação do Brasil em isolamento e Teresina foi a melhor entre as capitais. Isso nos ajuda a cortar a transmissibilidade do coronavírus. Neste domingo, também esperamos um bom resultado, mas estou preocupado com o aumento no número de mortes. Embora tenhamos conseguido diminuir a transmissão, estabilizado a ocupação do número de leitos e do total de pacientes que chegam às UTIs, há um número grande de pessoas que não procuram o médico e isso acaba ocasionando mais mortes”, avaliou Wellington Dias.

O governador ressaltou a importância de as pessoas buscarem ajuda médica ao apresentarem sintomas e fazerem corretamente o tratamento indicado. “Se alguém adoecer, procurar o tratamento precoce, porque já temos casos de gente sendo salva, mesmo quando há comorbidades. Por isso, precisamos tratar mais cedo”, pediu Wellington Dias.

Órgãos estaduais retornarão ao trabalho por etapas

04/07/2020 - 10:50

A retomada das atividades presenciais nos órgãos estaduais deverá ser realizada por etapas, obedecendo a um cronograma elaborado pelas secretarias de Administração e Previdência (SeadPrev) e Planejamento (Seplan). A ideia é priorizar o retorno das pastas cujo trabalho exige a presença dos servidores no órgão. O assunto foi discutido em reunião por videoconferência conduzida pelos secretários Merlong Solano e Antônio Neto, nessa sexta-feira (3).

Responsável pela elaboração do plano de retomada organizada, o secretário de Planejamento, Antônio Neto, explicou que ainda não há uma data definida para o retorno do serviço público, mas a Seplan já está analisando quais órgãos poderão voltar ao trabalho presencial no primeiro momento. “Vamos criar um grupo de trabalho com a SeadPrev e a Divisão de Vigilância Sanitária do Estado (Divisa) para avaliar quais secretarias devem retornar primeiro e quais podem voltar em um segundo momento. Criaremos um cronograma que será apresentado ao governador Wellington Dias”, enfatizou o secretário.

“A ideia é priorizar aqueles órgãos cujo serviço exija a presença do servidor no ambiente de trabalho. Muitas pastas conseguem realizar muito bem suas atividades em home office, estas permanecerão assim por mais tempo. Os ajustes serão feitos de acordo com as especificidades de cada setor”, pontuou o secretário Merlong Solano.

O gestor frisou que serão avaliados critérios como número total de servidores por órgão, a quantidade de pessoas em grupo de risco, se a estrutura física do local permite que sejam feitas as adaptações necessárias ao retorno com segurança, dentre outros fatores. “Outro ponto importante para o retorno são os insumos.  A SeadPrev está adquirindo álcool em gel 70%, dispensadores de álcool, sabonete líquido e papel toalha para todos os órgãos”, explicou Merlong.

Protocolo de retorno

A diretora geral da Divisa, Tatiana Chaves, apresentou o protocolo higienicossanitário de retorno do serviço público. O documento é específico para a administração pública e prevê a realização de treinamento de pessoal e adoção de protocolos para limpeza e desinfecção de áreas comuns, cuidados em relação às refeições, compartilhamento de objetos, dentre outros. “Precisamos rever coisas muito básicas do local de trabalho, coisas que passam despercebidas, como o uso coletivo da garrafa de café e do pote de biscoito, por exemplo. Enfim, é a preparação para o novo normal”, pontuou Tatiana Chaves.

Cartilha

O secretário Merlong apresentou aos gestores a cartilha virtual elaborada pela SeadPrev com orientações para que os servidores possam evitar a contaminação pelo novo coronavírus. “Outra ação desenvolvida foi a criação de cartazes com as principais recomendações para as dependências dos órgãos, para que servidor e público estejam bem informados sobre as medidas de prevenção em relação à Covid-19. A Coordenadoria de Comunicação foi nossa parceira na elaboração da cartilha e dos cartazes”, destacou o secretário.

Ciro garante recursos de saúde para 193 municípios do Piauí

03/07/2020 - 15:23

Estão garantidos novos recursos federais para o setor de saúde em 193 municípios do Piauí.  Os valores, provenientes do ministério da Saúde, ultrapassam os R$ 245 milhões. O senador Ciro Nogueira (Progressistas) teve papel decisivo no direcionamento dos recursos para o combate à pandemia da Covid-19 no Piauí. A portaria do ministério com o empenho dos valores foi publicada nesta quinta-feira (02).

“Desde o início da pandemia tenho buscado para levar recursos para a saúde em todos os municípios do nosso estado. Esse é um momento único na nossa história e precisamos garantir que os piauienses contem com serviços básicos de saúde bem estruturados em suas cidades”, afirmou o senador.

Ciro explicou que, quando liberados, os valores serão aplicados na manutenção das unidades de saúde, como procedimentos ambulatoriais de consultas e exames para garantir o pronto atendimento aos piauienses, especialmente durante a pandemia do Covid-19.

Confira a lista dos municípios contemplados:
ACAUÃ
AGRICOLÂNDIA
ÁGUA BRANCA
ALEGRETE DO PIAUÍ
ALTO LONGÁ
ALTOS
ALVORADA DO GURGUÉIA
AMARANTE
ANGICAL DO PIAUÍ
ANÍSIO DE ABREU
ANTÔNIO ALMEIDA
AROEIRAS DO ITAIM
ARRAIAL
ASSUNÇÃO DO PIAUÍ
AVELINO LOPES
BAIXA GRANDE DO RIBEIRO
BARRA D’ALCÂNTARA
BARREIRAS DO PIAUÍ
BARRO DURO
BATALHA
BELÉM DO PIAUÍ
BERTOLINIA
BETÂNIA DO PIAUÍ
BOA HORA
BOCAINA
BOM JESUS
BOM PRINCÍPIO DO PIAUÍ
BONFIM DO PIAUÍ
BRASILEIRA
BREJO DO PIAUÍ
BURITI DOS LOPES
BURITI DOS MONTES
CABECEIRAS DO PIAUÍ
CAJUEIRO DA PRAIA
CALDEIRÃO GRANDE DO PIAUÍ
CAMPINAS DO PIAUÍ
CAMPO ALEGRE DO FIDALGO
CAMPO GRANDE DO PIAUÍ
CAMPO LARGO DO PIAUÍ
CANTO DO BURITI
CAPITÃO DE CAMPOS
CAPITÃO GERVÁSIO OLIVEIRA
CARACOL
CARAUBAS DO PIAUÍ
CARIDADE DO PIAUÍ
CASTELO DO PIAUÍ
CAXINGÓ
COCAL DE TELHA
COLÔNIA DO GURGUÉIA
COLÔNIA DO PIAUÍ
CONCEIÇÃO DO CANINDÉ
CORONEL JOSÉ DIAS
CORRENTE
CRISTALÂNDIA DO PIAUI
CRISTINO CASTRO
CURIMATÁ
CURRAIS
CURRAL NOVO DO PIAUÍ
CURRALINHOS
DEMERVAL LOBÃO
DIRCEU ARCOVERDE
DOM EXPEDITO LOPES
DOM INOCÊNCIO
DOMINGOS MOURÃO
ELESBÃO VELOSO
ELISEU MARTINS
FARTURA DO PIAUÍ
FLORES DO PIAUÍ
FLORESTA DO PIAUÍ
FLORIANO
FRANCINÓPOLIS
FRANCISCO AYRES
FRANCISCO MACEDO
FRANCISCO SANTOS
FRONTEIRAS
GEMINIANO
GILBUÉS
GUADALUPE
GUARIBAS
ILHA GRANDE
IPIRANGA DO PIAUÍ
ISAIAS COELHO
ITAINÓPOLIS
ITAUEIRA
JACOBINA DO PIAUI
JAICÓS
JATOBÁ DO PIAUÍ
JERUMENHA
JOÃO COSTA
JOAQUIM PIRES
JOSÉ DE FREITAS
JUAZEIRO DO PIAUÍ
JÚLIO BORGES
JUREMA
LAGOA ALEGRE
LAGOA DE SÃO FRANCISCO
LAGOA DO BARRO DO PIAUÍ
LAGOA DO PIAUÍ
LAGOA DO SíTIO
LAGOINHA DO PIAUÍ
LANDRI SALES
LUIS CORREIA
LUZILÂNDIA
MADEIRO
MANOEL EMÍDIO
MARCOS PARENTE
MASSAPÊ DO PIAUÍ
MATIAS OLIMPIO
MIGUEL LEÃO
MONSENHOR GIL
MONTE ALEGRE DO PIAUÍ
MORRO CABEÇA NO TEMPO
MORRO DO CHAPÉU DO PIAUÍ
MURICI DOS PORTELAS
NAZARÉ DO PIAUÍ
NAZÁRIA
NOSSA SENHORA DE NAZARÉ
NOVA SANTA RITA
NOVO SANTO ANTÔNIO
OEIRAS
OLHO D’AGUA DO PIAUÍ
PADRE MARCOS
PAJEÚ DO PIAUÍ
PALMEIRA DO PIAUÍ
PALMEIRAIS
PAQUETÁ
PARNAGUÁ
PARNAÍBA
PASSAGEM FRANCA DO PIAUÍ
PATOS DO PAIUÍ
PAU D’ARCO DO PIAUÍ
PAULISTANA
PAVUSSÚ
PEDRO II
PEDRO LAURENTINO
PIMENTEIRAS
PIO IX
PIRACURUCA
PIRIPIRI
PORTO
PORTO ALEGRE DO PIAUÍ
PRATA DO PIAUÍ
QUEIMADA NOVA
REDENÇÃO DO GURGUÉIA
REGENERAÇÃO
RIACHO FRIO
RIBEIRA DO PIAUÍ
RIBEIRO GONÇALVES
RIO GRANDE DO PIAUÍ
SANTA CRUZ DO PIAUÍ
SANTA CRUZ DOS MILAGRES
SANTA FILOMENA
SANTA LUZ
SANTANA DO PIAUÍ
SANTO ANTÔNIO DE LISBOA
SANTO ANTÔNIO DOS MILAGRES
SANTO INÁCIO DO PIAUÍ
SÃO BRAZ DO PIAUÍ
SÃO FÉLIX DO PIAUÍ
SÃO FRANCISCO DE ASSIS DO PIAUÍ
SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ
SÃO GONÇALO DO GURGUÉIA
SÃO GONÇALO DO PIAUÍ
SÃO JOÃO DA CANABRAVA
SÃO JOÃO DA FRONTEIRA
SÃO JOÃO DA SERRA
SÃO JOÃO DA VARJOTA
SÃO JOSÉ DO DIVINO
SÃO JOSÉ DO PEIXE
SÃO JOSÉ DO PIAUÍ
SÃO JULIÃO
SÃO LOURENÇO DO PIAUÍ
SÃO LUIS DO PIAUÍ
SÃO MIGUEL DA BAIXA GRANDE
SÃO MIGUEL DO FIDALGO
SÃO MIGUEL DO TAPUIO
SÃO PEDRO DO PIAUÍ
SÃO RAIMUNDO NONATO
SEBASTIÃO BARROS
SIGEFREDO PACHÊCO
SIMÕES
SIMPLÍCIO MENDES
SOCORRO DO PIAUÍ
SUSSUAPARA
TAMBORIL DO PIAUÍ
TANQUE DO PIAUÍ
TERESINA
URUÇUÍ
VÁRZEA BRANCA
VÁRZEA GRANDE
VERA MENDES
VILA NOVA DO PIAUÍ
WALL FERRAZ

25 mil piauienses poderão receber ajuda emergencial do Governo do Estado

03/07/2020 - 12:20

O Governo do Estado lançará um projeto para ajudar cerca de 25 mil pessoas de baixa renda no Piauí que não receberam auxílio-emergencial do Governo Federal e não recebem Bolsa Família. O projeto começou a ser elaborado nesta sexta-feira (03), durante reunião por videoconferência entre o governador Wellington Dias, a vice-governadora Regina Sousa e gestores da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), Defesa Civil e Agência de Fomento.

Segundo Regina Sousa, a Sasc realizará uma busca ativa no estado para localizar essas pessoas. Até o momento, a Sasc já tem 11,5 mil cadastradas. “Precisamos de uma solução para agora e não podemos esperar pelo Governo Federal. Os governantes estão discutindo renda básica permanente, mas a situação ocasionada pela pandemia exige uma renda emergencial. Com esse projeto poderemos chegar a muitas famílias que se encontram na extrema pobreza”, disse a vice-governadora.

De imediato, será feito o fornecimento de cestas de alimentos e kits de higiene. Além disso, é possível a viabilização de uma renda para as famílias. “Para a renda emergencial, precisamos do cadastro das famílias por município, além de uma avaliação para saber as suas aptidões, a fim de fornecer o financiamento para que pelo menos uma pessoa da família trabalhe por conta própria”, explicou Wellington Dias.

FGV e Governo do Piauí debatem alternativas para amenizar recessão em 2020

02/07/2020 - 16:30

O governador Wellington Dias reuniu-se por videoconferência, nesta quinta-feira (02), com os consultores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e gestores estaduais. Na ocasião, foi realizada a apresentação de projeção do Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí para 2020/2021 e foram discutidas alternativas para evitar o cenário mais pessimista para o estado.

A análise apresentada toma o comportamento médio da curva ao longo do período 2011-2017 e mostra que existe uma cointegração entre as taxas do Brasil e do Piauí. “Em uma conjuntura macroeconômica, o Piauí tende a crescer mais rápido que o Brasil, como mostram os anos de 2012 e 2017. Quando o crescimento no Brasil é mais acelerado, o PIB do Piauí se comporta de maneira similar ou cresce um pouco menos que o PIB brasileiro. Quando houve recessão nacional, também houve no Piauí”, explicou Fernando Blumenschein, consultor da FGV.

A projeção a nível nacional é que haja uma queda de 5% a 6% no mercado financeiro nos três trimestres consecutivos de 2020 e uma recuperação em torno de 3,8% em 2021. Já no Piauí, a previsão é de uma queda entre 5,1% e 9,6% em 2020 e uma recuperação de 6,7% a 6,9% em 2021. “Em razão da pandemia do coronavírus as projeções estão muito voláteis, mas o que se prevê hoje é uma queda de grande magnitude. A recuperação no próximo ano não compensará as perdas, mas é um primeiro passo, e no Piauí, decisões acertadas do governo podem amenizar a situação”, pontuou Blumenschein.
Também foi feita a análise da vulnerabilidade econômica dos municípios do Piauí, levando em conta os empregos gerais em 2015 e 2016, anos de recessão. Ao todo, 12 municípios tiveram quedas superiores a 5%, em 2015 e 2016, e são considerados os mais vulneráveis: Acauã, Agricolândia, Boa Hora, Floresta do Piauí, Jaicós, Jerumenha, Landri Sales, Palmeira do Piauí, Pedro Laurentino, Pio IX, Ribeiro Gonçalves e Santa Filomena.
Ainda foi analisado o perfil de competitividade das microrregiões brasileiras, no qual foram consolidados 224 indicadores em 14 dimensões. Foram consideradas 558 microrregiões dos 26 estados do Distrito Federal, incluindo o Piauí, onde as três com maior nível de competitividade foram a microrregião de Teresina, Floriano e Picos. Em termos de Nordeste o estado do Piauí alcançou uma boa colocação no ranking.

Taxa de reprodução do coronavírus cai de 1,8 para 0,87 no Piauí

02/07/2020 - 14:44

O governador Wellington Dias (PT) apresentou, nesta quinta-feira (02), durante live, os resultados da nova rodada da pesquisa sorológica sobre a Covid-19. O Piauí registrou uma redução da dinâmica do índice de transmissibilidade (R0) do novo coronavírus de 1,8 por indivíduo infectado, para 0,87 em apenas 10 dias. Os dados são do Inquérito Soroepidemiológico realizado entre os dias 27 e 30 de junho, encomendado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), junto ao Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem).

O relatório aponta que em 20 de junho, cada 100 infectados repassava o vírus para outras 180 pessoas. Em 30 de junho, o mesmo número de infectados era responsável pela transmissão para outros 87 indivíduos. O índice é o menor registrado no Piauí desde o dia 03 de junho, quando a taxa de transmissibilidade girava em torno de 0,9.