PM reforça ações durante quarentena e autua mais de 500 estabelecimentos

06/04/2020 - 15:35

 

A Polícia Militar do Piauí, dando continuidade às ações de prevenção à proliferação do Covid-19, está fazendo barreiras sanitárias nas divisas com estados vizinhos, em ação conjunta aos órgãos de saúde e vigilância sanitária, para garantir o cumprimento dos decretos em vigor. O policiamento nas áreas urbanas da capital e do interior, bem como dos povoados, também foram reforçados, com ações de orientação sobre o novo coronavírus e fiscalização.

Os resultados do trabalho integrado podem ser observados no levantamento divulgado pelo site poder360.com, a partir de dados de geolocalização referentes ao dia 3 de abril, que apontam que o Piauí é o 5º Estado brasileiro com maior nível de cumprimento do isolamento social, e o segundo do Nordeste, empatado com Pernambuco.

A Coordenadoria Geral de Operações, em Teresina, por meio dos Comandos de Policiamento Metropolitano I e II, promoveu Operações Planejadas realizadas pelas diversas unidades, com fiscalização do cumprimento dos Decretos Municipal e Estadual, em ações isoladas ou em conjunto com órgãos da Prefeitura Municipal de Teresina. O Comando de Policiamento Especializado pôs em prática a Operação CPE nas ruas, com abordagens em diferentes regiões da cidade e dando apoio às Unidades convencionais de área.

Prefeitura de Pio IX prorroga medidas temporárias de enfrentamento à Covid-19

06/04/2020 - 15:33

A Prefeitura de Pio IX prorrogou o prazo das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no município até o dia 30 de abril. De acordo com o Decreto Municipal Nº 14/2020, as medidas, como a suspensão das aulas nas redes pública e privada e a suspensão de serviços não essenciais, continuam mantidas.

Também estão mantidas a realização de rondas e barreiras, pelos profissionais da Polícia Militar, Agentes de Trânsito e Vigilância Sanitária e Epidemiológica, para garantir a dispersão, evitar aglomerações de pessoas e garantir o cumprimento das determinações dos decretos.

A prefeita de Pio IX, Regina Coeli, afirma que no caso de descumprimento de qualquer medida estabelecida haverá intervenção. “Todas as medidas possuem o objetivo de manter o bem-estar da nossa população e garantir que o vírus não seja disseminado e é necessário que haja a fiscalização e a orientação da população para que ela esteja ciente do momento que estamos vivendo”, declara.

Regina Coeli ressalta, ainda, que mesmo diante de diversas medidas para combater a pandemia do coronavírus, a melhor forma de prevenção é o isolamento social e as medidas só surtirão efeito se a população se conscientizar e colaborar.

Piauí é segundo lugar no Nordeste e sexto no Brasil em isolamento social

05/04/2020 - 17:21


O Piauí encontra-se em segundo lugar no ranking de isolamento social no Nordeste e em sexto lugar no Brasil, de acordo com dados divulgado pela startup In Loco, que identifica a localização de aglomerados. Apresentando a média de 60,5% de isolamento nesse sábado (04), o estado se destaca nas medidas de controle contra a Covid-19.
A startup In Loco fez um mapa brasileiro da Covid-19, criando o Índice de Isolamento Social para auxiliar no combate à pandemia. O mapa mostra o percentual, por estado, da população que está respeitando a recomendação de isolamento, utilizando de geolocalização via satélite. Com ele, as autoridades podem direcionar recursos de saúde, segurança e comunicação.

Restaurantes Populares de Teresina mantêm funcionamento com fornecimento de quentinhas

05/04/2020 - 10:58

Devido à situação de isolamento social por conta da Covid-19, o Restaurante Popular O Betinho, localizado no Centro de Teresina, e a Cozinha da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) estão funcionando em condições especiais, adotando o sistema de fornecimento de quentinhas. Mais de 1500 pessoas são atendidas pelos dois restaurantes por dia e a venda dos tickets no valor popular de R$ 2,00 está sendo a partir das 8h e a entrega das quentinhas de 10h às 14h.

Essas medidas adotadas pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), que administra e mantém os restaurantes, permitem que se evite aglomeração. “Sabemos da importância dos dois restaurantes para a população, por isso decidimos que eles devem continuar funcionando, mas em regime especial e mantendo todos os cuidados necessários. Ressaltamos que eles nunca pararam de funcionar, o que fizemos, no primeiro momento, foi uma regulamentação do funcionamento, ampliando o horário e modificando a maneiras que as refeições são servidas”, explicou o secretário da Sasc, José Santana.

Os restaurantes atendem, além da população dos entornos, estudantes, profissionais liberais e pessoas em situação de vulnerabilidade social. O cardápio será mantido, de acordo com as dietas previamente elaboradas pelo setor de Nutrição dos Restaurantes Populares, e as refeições produzidas observando e reforçando as medidas de boas práticas na fabricação de alimentos e medidas preventivas solicitadas pela Organização Mundial de Saúde.

“Como medida preventiva e obedecendo o decreto que orienta evitar aglomerações, o horário foi estendido, as refeições estão sendo produzidas em uma matriz e, tanto os refeitórios quanto as cozinhas foram fechados. Os restaurantes seguem funcionando normalmente, o que mudou foi o método de trabalho”, reiterou a diretora de Segurança Alimentar e Erradicação da Fome da Sasc, Anne Campelo.

Em Timon, decreto estabelece normas de funcionamento setores essenciais

05/04/2020 - 10:33

A Prefeitura de Timon divulgou no sábado (04) um decreto com medidas complementares para a prevenção e o combate ao novo coronavírus voltado, especificamente, para os estabelecimentos comerciais cujas atividades não foram suspensas (hipermercados, supermercados, mercados, farmácias e drogarias e similares).
O não cumprimento das medidas poderá levar a multas e outras sanções. Pelo decreto Nº 0112, de 04 de abril de 2020, os estabelecimentos devem limitar o número de clientes a uma pessoa a cada 5m² do seu espaço interno, sendo que não compreende a área comercial os estacionamentos e depósitos. Além disso, a lotação não poderá exceder a 50% da capacidade máxima prevista no Alvará de Funcionamento ou Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI).
Os estabelecimentos devem ainda priorizar as pessoas com mais de 60 anos (consideradas do grupo de risco), estabelecendo rotina de atendimento individualizado a estes clientes, de modo a evitar a movimentação de tais pessoas no interior dos estabelecimentos comerciais. Se possível, os estabelecimentos devem priorizar o atendimento via canais eletrônicos (teleatendimento, aplicativos de mensagem e rede social) com regime de entrega em residência (delivery) ou na porta da empresa.
Para a segurança dos clientes, estes deverão ser organizados em filas dentro e fora do estabelecimento, mantendo-se uma distância mínima de 1,5m entre as pessoas, com devida sinalização no chão. Ademais, devem ser disponibilizados ao público, em pontos estratégicos dos estabelecimentos, álcool gel 70% ou acesso fácil a pias com água corrente, sabão líquido e toalha descartáveis.
Ainda sobre a higienização e limpeza, o decreto estabelece que elas devem ser realizadas de forma regular nos ambientes e nos equipamentos de contato, dentro das normas específicas de combate ao novo coronavírus (COVID-19). Os estabelecimentos devem ainda priorizar, sempre que possível, sistema natural de circulação de ar, abstendo-se da utilização de aparelhos de ar condicionado e ventiladores. Em relação aos funcionários, o decreto estabelece que aqueles que realizam atendimento direto aos clientes deverão trabalhar utilizando equipamentos de segurança (luvas, máscaras, tocas, etc.) e os caixas deverão funcionar de forma intercalada. Para evitar o desabastecimento de produtos, o decreto ressalta que os estabelecimentos poderão determinar a limitação de quantitativos para a aquisição de bens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação, sendo obrigatória a publicidade dos limites por item. Com o intuito de evitar promover interesse desnecessário de consumo, o decreto também proíbe a entrega de panfletos físicos ou virtuais. O decreto ainda lembra que o aumento abusivo de preços de itens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação é caracterizado como prática abusiva ao consumidor e será coibida, no âmbito municipal, pela Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON/Timon).

Sesapi inicia distribuição de testes rápidos de coronavírus para hospitais da capital e interior

04/04/2020 - 07:17


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) recebeu, na quinta-feira (2), do Ministério da Saúde, mais de oito mil testes rápidos, para a realização de exames para identificação do novo coronavírus (Covid-19). A Secretaria contará ainda com mais 20 mil testes que foram comprados pelo Governo do Piauí.
O material já foi entregue para hospitais da capital e do interior. As entregas começaram ainda na noite de quinta para o Hospital da Polícia Militar, Hospital Getúlio Vargas, Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, Hospital Infantil Lucídio Portella e para os dez hospitais regionais que compõem a Rede Estadual de Saúde.
“ Vamos ampliar ainda mais o número de testagem com esse lote que recebemos e com mais 20 mil testes, que foram adquiridos pelo Governo do Piauí. Vamos receber 10 mil, nesta sexta-feira (3) e, na próxima terça (7), chegarão outros dez mil que serão disponibilizados também para os demais hospitais estaduais”, disse o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.
Os testes, recebidos pela Sesapi, também foram entregues para a Fundação Municipal de Saúde de Teresina e dois hospitais conveniados com a rede de saúde pública (Hospital Universitário e Hospital São Marcos). “O Piauí foi um dos primeiros estados do Nordeste a realizar testes para o novo coronavírus e com o aumento do número de testes vamos poder ampliar ainda mais o controle da doença, no estado”, afirmou o secretário.

Indicações
Com resultado em até 20 minutos, os testes rápidos são indicados apenas para os profissionais dos serviços de saúde e da segurança. Os testes são feitos apenas após o sétimo dia do início dos sintomas de síndrome respiratória, como tosse, dificuldade para respirar, congestão nasal e dor de garganta, para detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a Covid-19.

“Vale lembrar, que esse é um teste qualitativo para triagem e auxílio diagnóstico. Portanto, o teste deve ser usado como uma ferramenta para auxílio no diagnóstico da Covid-19. Resultados negativos não excluem a infecção pelo vírus SARS-CoV 2”, enfatiza Florentino Neto.