Reação de empresários impede votação de projeto do Governo

10/10/2017 - 12:03

Zé Filho

Uma reação dos empresários do Piauí, que foram até a Assembleia Legislativa  e dentro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), reivindicaram que a Mensagem nº54 do Governo do Estado, que trata do Refis e trás embutida uma série de reajustes de impostos fosse retirado de pauta.

O deputado Evaldo Gomes (PTC), presidente da comissão, retirou  o projeto do Governo da pauta atendendo a reivindicação da classe, que foi até a Assembleia liderada pelo próprio presidente da Fiepi (Federação das Indústrias do Piauí), ex-governador Zé Filho. “Os empresários foram pegos de surpresa”, afirmou.

André Baia, presidente do Sindicato da Construção Civil, foi um dos que tiveram a palavra para argumentar contra o projeto. Segundo ele a proposta trás uma maior carga de impostos para os empresários e para a população em geral. “A energia aumentou 27% na semana passada e agora, de acordo com esse projeto, terá um aumento de mais 4%. Nós estamos falando não somente de empresário, mas do cidadão comum, do trabalhador da construção civil que tem uma moto e vai sofrer com o aumento de combustível, do trabalhador do comércio, de todo mundo que tem seu celular e vai sentir o impacto do aumento”acrescentou. 

Evaldo Gomes disse que o projeto foi retirado o projeto de discussão “porque muitos empresários estiveram aqui e apresentaram suas justificativas para o relator deputado Fernando Monteiro”, afirmou. Evaldo convocou reunião extraordinária da Comissão de Constituição e Justiça e da Comissão de Finanças, cujo o presidente é o deputado Severo Eulálio.