Programa Passo à Frente beneficiou mais de 12 mil pessoas em três anos

01/01/2020 - 14:47

 

O Programa Passo à Frente encerrou o ano de 2019 mudando a vida de milhares de piauienses em todo o estado, dando a eles qualidade de vida. Foram entregues, nos últimos meses do ano, mais de 2.200 equipamentos como andadores, muletas, cadeiras de rodas, cadeiras de banho, calçados ortopédicos, órteses e próteses. De 2016 até 2019, mais de 12.600 pessoas foram beneficiadas.

O Programa Passo à Frente é uma iniciativa do Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), em parceria com a Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e Centro integrado de Reabilitação (Ceir), que busca descentralizar a oficina ortopédica com a promoção do acesso a órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, além de disponibilizar ajustes e consertos. O Passo à Frente foi criado em 2016 para beneficiar pessoas com deficiência ou alguma dificuldade de locomoção.

Desde que o programa foi criado, os equipamentos têm sido distribuídos pelas cidades do Piauí. Nos últimos meses, as entregas foram feitas nos municípios de Canto do Buriti e região; Jaicós e região; Itaueira e região, além de Esperantina e região. Em Canto do Buriti foram entregues 520 equipamentos; em Jaicós, 1.067 equipamentos; em Itaueira, 466 equipamentos e Esperantina, 762 equipamentos.

O secretário de Estado para a Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Mauro Eduardo,  destaca que o Passo à Frente é de suma importância para garantir e respeitar o direito de ir e vir para todos, auxiliados por essa iniciativa do Governo do Estado, por meio da Sesapi e de seus parceiros nesta caminhada. “Cada vez mais o planejamento do programa é ampliar o número de beneficiários em todo o Piauí. Queremos atingir todos os 224 municípios do estado”, destaca o gestor.

De acordo com o diretor de Programas Estratégicos Socioeducativos e Comunitários da Sesapi, Raimundo Dutra, os equipamentos do Programa Passo à Frente trazem qualidade de vida não só para os beneficiários diretamente, mas também para as pessoas que vivem ou têm contato diariamente com eles, ajudando a todos”, afirma Dutra.

Segundo ele, em 2020 o programa vai continuar com força total. “Já estamos com o cronograma de execução que vai contemplar  municípios em seis territórios de desenvolvimento do Piauí, totalizando mais de 50 cidades”, diz o diretor.