Piauí amplia oferta de Ensino Médio de tempo integral

12/02/2020 - 15:36

A Secretaria do Estado da Educação (Seduc) ampliará o número de escolas com oferta de educação em tempo integral no Piauí. Com a assinatura do termo de compromisso junto ao governo federal, a Seduc apresentou um plano de implementação de escolas de ensino médio em tempo integral e um plano de marcos de implementação.

Atualmente, o Piauí conta com 76 unidades com Tempo Integral. Com a nova oferta, passará a ter 35 escolas com custeio do Tesouro do Estado e mais 61 unidades custeadas pelo fomento via governo federal, totalizando na rede 96 escolas nesta modalidade. Após a adesão, as escolas selecionadas criaram até 1.800 novas vagas destinadas para matrículas do ano letivo de 2020 em todo o estado.

Com a parceria, as escolas receberão investimentos visando construção de novas instalações, intervenções para ampliação da área construída, como laboratórios, bibliotecas ou quadras de esporte, bem como podem ser usados para aquisição de equipamentos e bens visando adequações a ampliação da jornada escolar de forma integral pelo estudante.

Além das intervenções físicas, a Seduc vem realizando atividades de formação continuada aos professores, como o encontro Seminário Estadual de Avaliação e Planejamento dos Centros Estaduais de Tempo Integral de Ensino Médio que trouxe debates sobre os desafios e possibilidades e a promoção das práticas pedagógicas inovadoras.

A frente da coordenação das escolas de tempo integral, Alberto Machado, que também já dirigiu o Ceti Didácio Silva, ressalta que a Seduc já vem realizando o trabalho de visitas às escolas selecionadas para adesão.

“Esta adesão de novas escolas será um ganho enorme para a educação, pois a Seduc procura ter uma política educacional com maior assistência estudantil, estimular o protagonismo juvenil e ainda melhorias na estruturas das escolas, todas previstas na escola de tempo integral e a prova disso são os resultados visto no Enem, por exemplo”, pontua Machado.

O coordenador explica que, nesta etapa, a Seduc realiza uma conversa com a gestão, professores e comunidade escolar tirando dúvidas sobre as adequações ao regime. “A receptividade por parte das escolas que passarão a aderir ao regime de tempo integral é muito positiva, pois há gestores que já desejavam aderir e, vejo que há algo muito bom para os nossos estudantes com a ampliação da oferta na rede pública, pois sabemos que quanto maior o tempo os alunos passam na escola, melhores resultados eles terão”, reforça Alberto.

Fundada em 1987, a Unidade Escolar Maria Modestina Bezerra, localizada na zona sudeste de Teresina, agora passa a ser Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti), e atende 499 estudantes, sendo oitenta no regime integral.

A diretora da escola, Clarisse Veloso, comemorou a adesão da escola ao regime de tempo integral. “Recebemos com muita satisfação a implantação do tempo integral e temos certeza que iremos colher ótimos frutos dessa nova conquista. A grande maioria dos pais gostaram muito da possibilidade dos filhos passarem o dia na escola e terem a segurança, uma maior carga horária a possibilidade de encaminharem seus filhos para um futuro promissor”, disse a gestora.