Nada como um espelho às vésperas da eleição

09/09/2014 - 06:56

 

PT-rachado blog elisabeth sá

 

Contra Lula era terrorismo, contra Marina é análise profunda, debate franco, entre outras palavras para justificar todos os questionamentos (necessários, frise-se) levados à candidatura do PSB e o futuro do Brasil.

Com o PT literalmente rachado, em função das sucessivas denúncias e impaciência popular, é preciso reavaliar o discurso sob pena de desconstruir a bela trajetória da sigla.

Já foi dito neste blog em outra oportunidade, mas vale repetir: o PT, o Partido dos Trabalhadores não pode mais fazer um discurso de vítima, de coitadinho. Não lhe cabe mais. Fica até feio.

Vergonha alheia de atitudes como esta é um termo recorrente quando se assiste a tentativa de petistas ao acusarem os adversários de plantarem informações, forjarem escândalos e pregarem a teoria da conspiração.

Muito mais centrado e inteligente partir pra cima e defender um modelo de gestão, como fez a presidenta Dilma Rousseff, com base em dados, e projetar ações futuras como os reais motivos para os eleitores votarem nela.

Muito mais digno e honesto reconhecer que, como em todas as esferas da sociedade, algum integrante do PT pode cometer erros ou ter cometidos erros como fez o ex-presidente Lula. E estes devem ser cobrados e punidos, sem que toda retórica do partido seja arrastada junto para a a lama.