Na mídia o tempo todo

15/07/2014 - 17:30

Promotor Fernando Santos

Até onde todo mundo sabe o Ministério Público do Estado é um fiscal da lei, sendo um órgão público como os demais que possui um núcleo de comunicação responsável por divulgar suas ações institucionais. Muito competente por sinal. A não ser que a divulgação das ações do Ministério Público tenham passado para a conta de empresa privada de Assessoria de Comunicação, este post se vale para uma observação com relação à divulgação do promotor (sim, dele mesmo)  Fernando Santos que é, no mínimo, curiosa.

Isso porque ainda que pese serem divulgações importantes para a sociedade, estranhamente o foco da divulgação são as ações do promotor Fernando Santos. E somente dele. Não se tem ou recebe release de nenhum outro ilustre membro daquele poder por esta via. O que nos leva a concluir (posso até estar errada) que o promotor paga uma assessoria independente para ele. Só pode é estar querendo aparecer e muito.

Ele pode. O dinheiro é dele. Só acho estranho e nunca vi nenhuma figura pública fazer isso sem pretensão política. Taí outra coisa que seria super, super curiosa.

NOVA INVESTIDA

Em tempo, nesta terça-feira (15), o promotor Fernando Santos expediu recomendação ao governador Zé Filho e ao secretário estadual de Administração, João Henrique Sousa, para que providenciem a imediata redução do número de cargos comissionados, funções de confiança e servidores temporários do Estado.

De acordo com o promotor, a solicitação é necessária porque o Estado ultrapassou o limite de 46,55% do orçamento com pessoal e o número de servidores comissionados e efetivos que exercem funções de confiança ultrapassa o número de servidores efetivos e está em quantidade desproporcional em vários órgãos do Estado.