Mão Santa se compara a de Gaulle e diz que terá vice do sul do Estado

24/06/2014 - 08:00

0072Assim se define o ex-senador Mão Santa (PSC). Ele concedeu hoje entrevista à TV Meio Norte e afirmando que está pronto para enfrentar a campanha eleitoral pelo Governo do Estado, “apesar que eu tenho setenta anos, embora muito enxuto”, disparou. Segundo o ex-senador o povo do Piauí está indo embora por causa do “caos, da mentira e da corrupção no Piauí”. Mão Santa se referia a situação de risco de diminuição da bancada de deputados pelo qual o Piauí passou recentemente.

Embora afirme que não tem problemas pessoais com nenhum dos candidatos ao Governo, para Mão Santa o Piauí já passou por 12 anos de alternância entre “mentira e corrupção, corrupção e mentira por isso o povo vai buscar de novo como na França, o povo ressuscitou De Gaulle, na Argentina, assim o povo do Piauí fará”, afirmou o ex-senador.

Mão Santa vai para convenção do seu partido na próxima sexta-feira (27) para ser candidato a Governo do Estado. Durante a entrevista ele revelou que o seu candidato a vice-governador será um empresário conhecido como Mano.

Marcelo Ca stro:

“O voto dele é da consciência dele. Ele que sabe em quem vai votar. O Marcelo foi o camisa de do meu Governo. O que eu tenho com ele é dívida de gratidão. Hoje o Marcelo é o camisa dez do Congresso”

Porto de Luís Correia:

“Esse porto sai comigo no Governo. São uns pilantras, esse povo quando fala de Porto de Luís Correia são uns pilantras. Quem mais sabia de Porto de Luís Correia já morreu, que era o Iveltman”

Corrupção:

“Isso que fizeram no Interpi é uma indignidade. No meu Governo eu chamei, trouxe o povo para plantar, mas estão indo embora porque a corrupção está grande demais. Cadê a terra legalizada?Se a corrupção fosse julgada eu era o senador, porque tá lá o processo, todo mundo sabe que teve corrupção na eleição”