Mal funcionamento da rede de Saúde no Piauí pode quebrar a prefeitura de Teresina

06/11/2018 - 17:45

 

A informação é do diretor do Hospital de Urgência de Teresina, Gilberto Albuquerque, sobra a falta de funcionamento da rede de saúde organizada no Estado. O médico se refere a regulação dos leitos e criação dos centros de atendimento.

Hoje no Piauí somente o hospital regional de Parnaíba está realmente funcionando de acordo com a regionalização. Segundo Gilberto Albuquerque a paralisação de hospitais regionais como os de Floriano, Picos e Oeiras estão sobrecarregando a saúde da capital. “Hoje a Prefeitura de Teresina gasta 37% do seu orçamento em saúde, ou seja, se isso não for corrigido vai quebrar a gestão da prefeitura que não vai mais ter recursos para fazer mais nada, disparou. Quando a legislação diz que o município deve destinar 15% do orçamento para a Saúde.