HGV vai receber mais 50 leitos de UTI para casos de coronavírus

20/03/2020 - 07:00

A Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) realizou adaptações no Hospital Getúlio Vargas para receber os possíveis casos da Covid-19. A meta é implantar 50 leitos de Unidade de Terapia Intensiva somente no HGV, para o tratamento da doença.

Nesta quarta-feira (18), o diretor do HGV, Gilberto Albuquerque, visitou as instalações da Clínica Pneumológica acompanhado dos engenheiros Fauze Simão e Marcos Vinícius, e do técnico em segurança do trabalho, Anderson Soares. A estratégia é utilizar o espaço da clínica para receber os pacientes acometidos pela Covid-19, de modo que eles não mantenham contato com outros pacientes já internados.

Segundo Gilberto Albuquerque, a Clínica Pneumológica é a melhor escolha devido o acesso ser pela área externa do HGV, o que evitaria o contato dos casos suspeitos da Covid-19 com os pacientes internados, que serão transferidos para outra área do hospital, ainda a ser definida.

Também serão realizadas mudanças na Clínica Dermatológica, que será cedida para o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela. Os pacientes da Dermatologia também serão transferidos para outras áreas do HGV.

De acordo com o presidente da Fundação Hospitalar do Estado, Pablo Santos, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde e Fepiserh, está atento e implantando meios de acolher os possíveis casos suspeitos e identificados. “O governador Wellington Dias, de forma assertiva, criou um plano de enfrentamento e contingenciamento contra a pandemia do coronavírus, preparando os hospitais para receber, identificar e acomodar os casos suspeitos e confirmados. É uma força-tarefa conjunta com todos os órgãos, para minimizar o impacto no Estado”, comenta Santos.