Dilma pra que te quero?

30/07/2014 - 17:24

Se em São Paulo o marqueteiro Duda Mendonça tem, tinha ou terá a missão de distanciar o candidato do PMDB, Paulo Skaf, da presidenta Dilma Rousseff(PT) que apresenta índice alto de rejeição forte naquele estado, no Piauí a situação é outra e ocorre na contramão.

O governador Zé Filho assumiu apoio ao tucano Aécio Neves, mas não bate de frente com o nome Dilma Rousseff, justamente porque aqui no Estado a presidenta tem o seu maior colégio eleitoral no Nordeste. E assim a campanha eleitoral segue, sem maiores conflitos internos como acontece em São Paulo.

Sabedor deste cenário que lhe é favorável, ponto para o senador Wellington Dias (PT) que cola cada vez mais sua imagem na da presidenta.

Em tempo, ainda sobre São Paulo, foi preciso o presidente do partido e candidato a vice de Dilma, Michel Temer, meter a colher e chamar na grande o candidato do partido, Paulo Skaff. Foi claro e direto e disse que “em São Paulo, o PMDB está com Dilma e comigo”. Fez-se entender que não quer essa de descolar imagem do PT, muito menos da presidenta.

1 Comment

  • Pardal de Castro disse:

    A ilustre analista política escreve: “O governador Zé Filho assumiu apoio ao tucano Aécio Neves, mas não bate de frente com o nome Dilma Rousseff, justamente porque aqui no Estado a presidenta tem o seu maior colégio eleitoral no Nordeste”.

    Calma…. não é bem assim. Nas eleições de 2010, a presidente Dilma Roussef obteve no Maranhão a sua segunda maior votação em números proporcionais entre os 27 Estados da federação. Dilma obteve 79% dos votos válidos, ficando o Maranhão atrás somente do Estado do Amazonas, onde ela obteve 80,57% dos votos válidos.
    a) Como o Maranhão fica no Nordeste, proporcionalmente o maior colégio eleitoral de Dilma é o Maranhão;
    b) No Maranhão, 50% das famílias recebem bolsa-caPTa-eleitor… Dilma teve 79% dos votos; no Piauí… 66% das famílias recebem a mesma bolsa-caPTa-eleitor… Dilma bate à casa dos 60% de intenção de votos.