Coluna do dia

09/06/2014 - 07:36

image

PT libera para acordo com PSDB no Piauí

 

O fim de semana foi de muita movimentação política e articulações. Mas, sem dúvida, a informação de que o Partido dos Trabalhadores liberou para alianças com os tucanos foi a mais surpreendente. Isso porque não se sustenta nem por um acaso da política, de onde se espera tudo e tudo pode. Tal declaração não passa de um balão de ensaio no Piauí. Vamos aos fatos. O primeiro é que o senador Wellington Dias já está com sua chapa fechada. O segundo é que a própria presidente do PT, Regina Sousa, já disse que acha difícil tal composição, nem faz o menor gesto de simpatia para reverter o quatro. E o terceiro é que ninguém levou em consideração aí as bases eleitorais, sobretudo no interior, onde as relações são mais autênticas e de difícil conciliação. Não é difícil, concluir, pois, que de onde partiu o único objetivo foi baldear ainda mais a difícil candidatura de Sílvio Mendes ao Governo do Estado. Tem gente craque nisso no Piauí.

 

 

Convenção PMDB em Brasília

 

Boa parte dos peemedebistas de sete costados segue, nesta segunda, para Brasília. É que acontece amanha, logo no primeiro dia do calendário eleitoral das eleições de 2014, a convenção nacional do partido que homologará a indicação do vice-presidente Michel Temer para renovar os votos com a presidenta Dilma.

 

Já nesta segunda, Temer recepciona a todos com um jantar na capital federal.

 

 

Caminhada da Fraternidade

 

Pelo visto os peemedebistas não vão poder contar com o presidente da sigla no Piauí. Alheio à repercussão da cena, o deputado Marcelo Castro fez o percurso da Caminhada da Fraternidade ao lado do ex-prefeito Sílvio Mendes enquanto o governador Zé Filho percorria ao lado da esposa, deputada Juliana Moraes Souza e assessores.

 

Vale lembrar que Sílvio Mendes deseja sair candidato, mas não tem essa garantia nem mesmo do seu partido.

Nestas horas, dá pra pensar  que é tudo combinadinho.

 

image

João Vicente, o apaixonado

 

Que o senador João Vicente é muito família todos sabem. Mas, agira tem revelado mais ao grande público o seu grande amor, Joselene. No fim de semana, publicou fotos de sua visita ao Projac da Rede Globo, onde    conheceu a cidade cenográfica da novela “Meu Pedacinho de Chão” e da “Grande Família”.

 

A cada registro, uma declaração de amor.

 

 

Wilson no interior

 

Enquanto JVC se prepara para receber o ex-presidente Lula, próxima sexta, dia 13, o ex-governador Wilson Martins segur para o interior. Afinal de contas,  não conta com o mesmo puxador de votos para as eleições de 2014

 

 

Não convide para a mesma mesa

 

O ex-deputado estadual Luiz Paes Landim e o ex-governador Wilson Martins. Landim chegou até a Sudene e, embora o órgão não conte com tanto prestígio, permaneceu no cargo mesmo depois do rompimento do PSB com o PT, lá trás, quando Eduardo Campos resolveu sair candidato.

 

Mais: quando saiu da Sudene foi nomeado para a função de “Superintendente de Portos”, antes de Wilson Martins deixar o Governo.

 

Ainda assim, anda chateado com Wilsão e deve votar em João Vicente Claudino.

 

 

Senadores em Bom Jesus

 

O três senadores do Piauí desembarcam, hoje, em Bom Jesus. Vão para o ato de filiação do ex-prefeito Alcindo Piauilino ao PP de Ciro Nogueira.

 

Com ar de quem não gostou, mas também não pode falar muita coisa, o deputado Fábio Novo se limita a dizer que não problema nenhum ele e Alcindo, que são adversários em Bom Jesus, votarem em Wellington Dias.

 

image

 

Cavalo dado não se olha os dentes

 

Segundo colocado nas pesquisas em São Paulo, o empresário Paulo Skaf não só facilitou e intermediou a conversa entre o publicitário Duda Mendonça e Zé Filho como presenteou o governador do Piauí.

 

Skaf é quem bancará Duda na campanha de Zé Filho. O acordo foi fechado, há duas semanas, em Brasília, durante jantar no Palácio do Jaburu.

 

 

Não vem mais

 

O ministro da Saúde Arthur Chioro

não vem mais ao Piauí, nesta terca, dia 10.  A alegação é de que o cancelamento da agenda se deve ao esforço concentrado do Congresso para tratar de assuntos de interesse da pasta.