Covid-19 : Piauí terá mais 200 respiradores

08/04/2020 - 14:57

 

O Governo do Estado firmou uma parceria com a Prefeitura de Teresina para a aquisição de 200 respiradores, equipamentos importantes no atendimento aos pacientes afetados pela Covid-19. O governador Wellington Dias autorizou à Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a realizar a compra conjunta.

De acordo com o chefe do Executivo piauiense, esta é uma parceria com o prefeito Firmino Filho. “Conseguimos uma empresa que se prontificou a entregar 200 respiradores, isso é muito importante para a necessidade que temos, pois com essa compra temos chances de atingir as metas. Temos mais 81 respiradores que estamos aguardando, incluindo 59 que compramos, que estão em posse do Ministério da Saúde e vamos buscar, nem que seja por via judicial para, assim, garantir a entrega”, afirmou Wellington.

Os 200 respiradores irão atender a rede de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), salas de estabilização da capital e interior do estado. Serão divididos de modo que fique 100 respiradores para Rede Hospitalar do Estado e 100 para a Rede Municipal de Teresina e Água Branca.

“Essa é uma grande conquista para o estado, uma parceria com a Prefeitura de Teresina, no qual o objetivo é oferecer segurança no Piauí para as pessoas que tiverem complicações da doença, atendendo a orientação da Organização Mundial da Saúde e das equipes de saúde”, ressaltou o secretário da Saúde, Florentino Neto.

Apenas 4% dos investimentos na saúde vieram do governo federal, afirma W. Dias

08/04/2020 - 11:55

O governador Wellington Dias fez uma reivindicação ao governo federal para que se cumpra os repasses prometidos para o combate ao coronavírus no estado do Piauí. Segundo o chefe do Executivo piauiense, há muito alarde como se a União estivesse repassando bilhões para os estados e municípios, mas, segundo ele, a realidade é diferente.

“Hoje é o Dia Mundial da Saúde e, nesta data, quero aqui, como governador, fazer uma reflexão. Sei que as pessoas recebem informações de que bilhões de reais são repassados pelo governo federal para socorrer os estados e municípios na área de saúde. Falam que vários equipamentos são enviados, mas, infelizmente, essa não é a realidade”, declarou o governador.

Wellington explica que desde que começou a crise do coronavírus, o Estado aplicou R$ 156 milhões na compra de equipamentos, exames, UTIs, chamamento de pessoal e um conjunto de investimentos. “Sabe quanto recebemos até agora do governo federal? Apenas 6 milhões e quatrocentos mil reais. Os municípios também já gastaram bastante dinheiro e, os 224, receberam apenas 9 milhões e cem mil reais, o equivalente a 2 reais por habitante”, protestou Dias.

O governador frisou ainda que é necessário que todas as autoridades atuem juntas. “Precisamos entrar em campo juntos e fazer acontecer. Precisamos de mais recursos para fazer o que tem que ser feito na defesa da saúde do nosso povo”, concluiu Wellington.

Até agora, o recurso repassado pelo governo federal para o Piauí foi de R$ 15 milhões, sendo R$ 6 milhões para o governo estadual e R$ 9 milhões para os municípios. Alguns itens como avental, touca, álcool em gel e máscaras, prometidos pelo executivo federal não chegaram ou vieram em pequena quantidade. As UTIs prometidas para o estado também não foram liberadas até o momento.

Os R$ 156 milhões que estão sendo aplicados pelo Estado no combate ao coronavírus estão distribuídos na compra de equipamentos, aquisição de EPIs, reformas e instalações, testes laboratoriais, hospedagem de profissionais, material médico hospitalar e custo com pessoal.

Projeto de Ciro suspende cobrança de consignados de aposentados e pensionistas

07/04/2020 - 18:38

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) apresentou, nesta terça-feira (07), um projeto de lei (PL 1603/2020) que suspende por seis meses o pagamento de empréstimos consignados tomados por aposentados e pensionistas.

Ciro lembrou que os idosos são a faixa da população que corre maior risco com a doença, por isso é preciso que recebam um cuidado especial.

“Temos que ir além das medidas que já conhecemos, como o isolamento social e a prevenção da doença. Também precisamos pensar em como os nossos idosos estão se mantendo economicamente”, defendeu o senador.

Ciro apontou que o número de idosos inadimplentes vem crescendo ao longo dos anos e já passa dos 9 milhões em todo o país. “A cada 10 novos maus pagadores do país, 6 são idosos”, explicou.

De acordo com o senador, a medida vai dar um alívio financeiro aos idosos neste momento de crise e, ao terem seu sustento garantido, estarão menos suscetíveis a saírem do isolamento e se exporem ao risco de contágio com o vírus.

Morre Myriam Portella, primeira deputada federal do Piauí

07/04/2020 - 17:39
A família da ex-deputada federal Constituinte Myriam Nogueira Portella comunica seu falecimento na tarde de hoje, 07.
Myriam Portella foi deputada federal Constituinte e a primeira deputada federal pelo estado do Piauí. Foi primeira-dama do Estado entre os anos de 1979 a 1983, quando casada com o ex-governador Lucídio Portella Nunes; secretária municipal da Criança e do Adolescente em Teresina e dirigiu o diretório do PSDB na capital do Piauí.
Durante toda a sua trajetória na vida pública, realizou um grande trabalho social e foi responsável pela criação da Casa da Zabelê, instituição de apoio a meninas em situação de rua e de risco em Teresina.
Dona Myriam Portella tinha 86 anos e estava internada em um hospital de Teresina com pneumonia.
Não será possível a realização de velório, devido ao momento de quarentena em todo o país. A despedida será restrita aos familiares.
A ex-deputada deixa filhos, netos e bisnetos.

Governo do Estado beneficiará mais de 60 mil estudantes com repasse financeiro

07/04/2020 - 16:51

Neste período, em que as portas das escolas públicas estão fechadas, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), seguindo a medida provisória do Governo do Estado, beneficiará milhares de estudantes da rede pública estadual. A medida estabelece a política emergencial de alimentação escolar, em virtude do novo coronavírus (Covid-19), e contemplará um trabalho de repasse financeiro no valor de R$ 60 para as famílias mais carentes dos estudantes da rede pública estadual que são contemplados com o Programa Bolsa Família, em parceria com o Banco do Brasil.

O repasse ficará à disposição do CPF do responsável dos estudantes. “Temos um cadastro de aproximadamente 51 mil responsáveis e 60 mil estudantes que serão beneficiados por meio desta política. A medida busca atender os estudantes que, neste momento, não podem ter acesso à política de alimentação escolar a que têm direito. É uma forma de dar suporte para todas as famílias neste momento tão difícil que estamos vivenciando, por causa do isolamento social para conter o coronavírus”, explica o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera.

De acordo com o gestor, não será necessário se deslocar até a escola, pois a lista de beneficiários desta política será publicada em plataformas públicas. “Os beneficiários receberão um ticket em suas casas no valor de R$ 60. Sabemos que a emissão e entrega desses cartões pode demorar até 15 dias e, para agilizar o processo de utilização do recurso, os beneficiários poderão sacar ou instalar o aplicativo do banco em seus celulares e, ao inserir seus dados pessoais, terão acesso ao voucher digital que será aceito nos supermercados”, esclarece o gestor.

Outra medida tomada pela Seduc se deu por meio de ofício enviado aos gestores. A secretaria deu início à distribuição de gêneros alimentícios em estoque nas escolas da rede pública estadual, como uma ação administrativa emergencial para evitar desperdício de gêneros alimentícios em qualquer forma de estoque, prevenindo que estes ultrapassem o período adequado para a utilização.

De acordo com a diretora da Unidade de Gestão e Inspeção Escolar da Seduc, Ana Rejane Barros, o atendimento às famílias ocorrerá conforme a capacidade da escola quanto ao estoque. “A escola, de acordo com os itens de que dispõe, deverá organizar kits com os produtos/gêneros disponíveis e distribuí-los, doando o que tem em estoque, independentemente da quantidade. Essa distribuição acontecerá com base no cadastro dos alunos dentro dos requisitos descritos no ofício circular, para atender aos estudantes mais necessitados”, esclarece.

Estado cria 156 novos leitos de UTI para atender pacientes com coronavírus

07/04/2020 - 14:35

O Governo do Piauí vai instalar 156 novos leitos de UTI para atender exclusivamente os pacientes com a Covid-19. Além de Teresina, que ganhará 60 novos leitos, serão reservados 96 para os municípios do interior. Atualmente, existem 77 leitos desse tipo em funcionamento no Estado: 66 em Teresina e 11 distribuídos nas cidades de Piripiri, Parnaíba, Picos e Oeiras.

Somados aos leitos de UTI, a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) já colocou à disposição da população 375 leitos clínicos, para atender os pacientes infectados com o novo coronavírus mas que não precisarão ser entubados. As medidas atendem ao Plano de Contingência ao Coronavírus, elaborado pela pasta para evitar a sobrecarga no sistema de atendimento.

O médico Vinícius Pontes, integrante do Comitê de Operações Emergenciais da Sesapi, prevê que nos próximos 20 dias as novas UTIs estejam prontas. “Estamos providenciando a compra do material, especialmente os ventiladores para serem usados nos casos mais graves”, afirma o especialista.

Segundo ele, ao todo, serão 21 municípios do Piauí preparados para atender os pacientes com a Covid-19. Desse total, sete cidades, além de Teresina, terão leitos de UTI. As demais terão leitos clínicos, mas em caso de os pacientes precisarem de ventiladores, serão encaminhados para os hospitais de referência.

Terão leitos de UTI as cidades de Teresina, Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri, Oeiras e São Raimundo Nonato. As que terão os leitos clínicos são Amarante, Barras, Bom Jesus, Uruçuí, Esperantina, Elesbão Veloso, Curimatá, Corrente, Valença, Canto do Buriti, Campo Maior, São João do Piauí, São Miguel do Tapuio, Simplício Mendes e Luzilândia.

Além dos leitos nos hospitais, o Governo do Estado vai construir um hospital de campanha no Ginásio Verdão, com 100 leitos clínicos. O hospital deve ficar pronto 10 dias após a assinatura do contrato com a empresa, o que deve acontecer na próxima semana. Assim, o Piauí terá, no total, 475 leitos de enfermaria para atender os pacientes de Covid-19.