O julgamento de Lula

23/01/2018 - 16:30

Esta quarta-feira (24) será uma data que marcará o país. O julgamento do ex-presidente Lula, seja ele condenado ou não, decidirá os rumos da eleição deste ano, e não só para o cargo de presidente. Nos estados, os partidos aguardam para baterem o martelo quanto aos candidatos de situação, oposição e possíveis coligações.

Foto: O Globo

lula julgamento

Julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em recurso impetrado contra a pena dada pelo juiz Sérgio Moro (9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex em Guarujá), Lula pede a absolvição. Mas o Ministério Público Federal, que também entrou com recurso, pede aumento da pena. O caso será analisado pelos três desembargadores da 8ª Turma do TRF-4, em Porto Alegre (RS).

Durante o julgamento, qualquer um dos magistrados pode pedir vistas, o que pode protelar o resultado final. Como o conteúdo do processo é conhecido, pedir vistas é esticar a corda, alongar o processo que já está sendo traumático para o país.

O PT arrebanhou petistas de todo o país para o ato desta terça em Porto Alegre. Lula faz sua participação à noite. A ex-presidente Dilma já se manifestou dizendo que Lula “não é um radical” e defendeu que a ida do ex-presidente não significa uma afronta ao judiciário, mas apenas um gesto de carinho para com os manifestantes.

A população vive a expectativa de uma definição para que possa prosseguir esse ano e vivenciar o processo eleitoral de forma democrática e pacífica. Ao final de tudo, o que se quer é apenas que todo esse processo seja finalizado num espaço curto de tempo e que as próximas eleições sejam uma prova de que a democracia é o instrumento pelo qual o Brasil vencerá.

O fenômeno tanto fez, tanto faz

19/01/2018 - 16:34

Dr. Pessoa, na semana passada, deu prazo para o seu então partido, o PSD, até 15 de fevereiro para definir sobre sua candidatura ao governo do Estado, uma espécie de ultimato ao líder da sigla no Piauí, o deputado Júlio Cesar. E quem acabou não esperando a data chegar foi o próprio Pessoa.

Foto: Alepi

dr pessoa a

Pré-candidato a senador, governador ou deputado federal, Dr Pessoa já anunciou que se filiará à Rede Sustentabilidade e comandará o partido no Estado. A filiação está marcada para acontecer até o final de março. Até lá, o deputado estadual deverá anunciar também a qual cargo irá concorrer.

Atualmente deputado estadual, Dr. Pessoa é um desses fenômenos políticos difícil de se explicar. Com votação para deputado concentrada praticamente na capital e em Água Branca, o parlamentar figura hoje como favorito em pesquisas, seja qual for o cargo majoritário que pretenda disputar – senado ou governo. E tem tocado o terror pra muito candidato que achava que a eleição seria um passeio.

Quando o feitiço vira contra o feiticeiro

18/01/2018 - 18:13

O governo do Estado está demitindo 570 servidores após um longo processo de recadastramento. A maioria são servidores com acúmulo de cargos e há casos de alguns que continuavam recebendo os salários sem morar no Piauí ou até servidores mortos, cujos parentes continuavam se beneficiando do salário.

franze silva a

O recadastramento permitiu saber que 1367 servidores estão em situação irregular. Ao todo, 1228 ainda passam por diligências e 3.886 já foram notificados para apresentarem justificativas.

Em vários estados, o Ministério Público está estrando com ação para obrigar o Executivo a aplicar o ponto eletrônico. Há 20 anos, quando tentou fazer isso, o então governador Mão Santa e o secretário Magno Pires foram forçados a rever essa condição. Vê-se que, duas décadas depois, essa fiscalização é mais que necessária.

E é justo no Governo do PT que, à época, liderou várias manifestações contra o ponto eletrônico. Não seria demais dizer que o feitiço virou contra o feiticeiro. Bem como não seria demais perguntar se o Estado, o Governo vai entrar com uma ação pedindo ressarcimento de valores destes “funcionários” que deveriam estar fora da folha.

Zé Filho quer prédios da Secretaria da Juventude com energia renovável

17/01/2018 - 10:08

IMG_2798Zé Filho secretário municipal da juventude de Teresina
IMG_2773

No comando da Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv), o vereador  Filho indicou que pautará a implantação de placas de energia solar nos prédios gerenciados pela pasta em 2018. A iniciativa, além de sustentável, viabilizará uma economia ao erário. Aliado a esse planejamento, o líder almeja capacitar os jovens teresinenses para o mercado de energia limpa, ampliando as oportunidades de trabalho no setor que tem avançado substancialmente nos últimos anos. “Nós temos todo um planejamento para ano que vem, estamos buscando revitalizar aquele projeto da primeira carteira de habilitação, bem como o projeto Solaris, que é um projeto em que serão capacitados jovens na área da energia solar a nível técnico, e ao mesmo tempo com um único recurso, colocar placas de energia solar nos prédios públicos gerenciados pela Semjuv”, disse.

Para o ano que vem o secretário da Juventude ainda mantém o foco no desenvolvimento dos CEUs (Centro de Artes e Esportes Unificados) nas zonas Norte e Sul, que promovem uma série de atividades para as comunidades, como aulas de dança, violão e oficinas de teatro. Nestes equipamentos públicos, a população ainda tem acesso a modalidades esportivas com locais bem estruturados para a prática. “Veja bem, a gente conseguiu aumentar o movimento de CEUs, conseguiu trazer a comunidade para dentro dos CEUs, recuperar alguns pequenos problemas que existiam de manutenção, e estamos com uma obra pronta para ser inaugurada do Ponto da Galera”, disse.

No que se refere a parceria com o prefeito Firmino Filho, o secretário reiterou o diálogo aberto que mantém com o líder do Poder Executivo de Teresina e o apoio dado aos projetos da pasta. “Nunca levei um projeto da juventude de Teresina para levar um não do prefeito, todos os projetos que a gente leva, ele diz toque, coloque para andar, que vamos buscar os recursos”. disse.

Projetos de drenagem em Teresina serão priorizados em 2018

12/01/2018 - 18:27

alexandre baldy e firmino

O Ministério das Cidades trabalha atualmente em 12 projetos para solucionar problemas de drenagem na cidade de Teresina. Segundo o secretário nacional de Saneamento Ambiental do ministério, Henrique Pires, os convênios com a Prefeitura permitirão que as áreas mais críticas da capital, como o Portal da Alegria, zona sul, possa receber obras de galerias, afastando os transtornos em decorrência dos alagamentos.

Somente para essa região devem ser destinados R$ 76 milhões. A população residente no Portal da Alegria vem sofrendo, desde que o conjunto foi fundado, com problemas de alagamento no período chuvoso. Muitas famílias já perderam móveis, o calçamento em muitas ruas já foi completamente danificado e o problema vem se intensificando a cada inverno.

Segundo Henrique Pires, os projetos nesta área estão sendo priorizados pelo governo federal. “A Prefeitura de Teresina é muito elogiada no Ministério das Cidades. O prefeito Firmino Filho tem sido incansável na busca de recursos para Teresina. Nós temos 12 convênios com a Prefeitura para elaboração de grandes projetos. Estamos perto de trazer cerca de R$ 76 milhões para o Portal da Alegria. Ela tem um projeto de R$ 80 milhões para a região do Saci e centro-sul e outros projetos em andamento. É importante ter projetos porque o governo federal tem priorizado o saneamento”, afirma.

O governo federal também, ainda de acordo com o secretário nacional de Saneamento Ambiental, está tomando medidas para desburocratizar a destinação de recursos para estados e municípios brasileiros. “O presidente Temer está fazendo a reformulação da lei do saneamento. Essa lei vai ampliar as atribuições da Agência Nacional de Águas, reduzir a burocracia para o licenciamento ambiental, não para se atentar contra o meio ambiente, mas vamos facilitar a alocação de recursos para municípios com capacidade e baixa perda”, assegura.

PT lança hoje comitê em defesa de Lula no Piauí

11/01/2018 - 16:08

WhatsApp Image 2018-01-10 at 10.50.32

Será realizado hoje (11) em Teresina o lançamento do Comitê Estadual de Defesa da Democracia. A iniciativa é do Partido dos Trabalhadores para mobilizar em defesa do ex-presidente Lula, que terá seu julgamento em segunda instância realizado no próximo dia 24. A criação dos comitês foi uma orientação nacional que o diretório do Piauí está seguindo. No dia 13 será inaugurado o comitê de Picos. O lançamento na capital será realizado no Cine Teatro Alepi às 19 horas.

Juntamente com o convite para participar do evento as lideranças do PT estão gravando vídeos de mobilização e em defesa do ex-presidente. A tese defendida é de que a perseguição ao ex-presidente tem como objetivo impedir que ele seja candidato nas eleições deste ano.