São João do Piauí e Oeiras recebem livros de parceria APL e Secult

21/08/2019 - 16:41


Numa parceria com a Secretaria Estadual de Cultura do Estado, a Academia Piauiense de Letras doou parte dos 400 novos livros que agora estarão no acervo das prefeituras de São João do Piauí e Oeiras.

As obras foram entregues na manhã desta quarta-feira (21) na sede da Secretaria com a presença do Secretário de Cultura, o deputado Fábio Novo, o presidente da Academia Piauiense de Letras Nelson Nery Costa, do prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto e do prefeito de Oeiras, Raimundo de Sá Lopes. Foram entregues 400 livros de autores piauienses que vão para o acervo das bibliotecas “Escritor José Expedito Lopes”, de Oeiras, e “Osvaldo Santos”, de São João do Piauí. Além disso a APL também doou obras da Coleção Centenário

Piauí adotará programa italiano para atender crianças internadas em hospitais

21/08/2019 - 15:34

O governador Wellington Dias recebeu hoje (21) no Palácio de Karnak, a Delegação do Piemonte, composta  pelo embaixador da Universidade Estadual de Turim, Piermaria Furlan e presidente da Rede de Hospital nas Escolas da Itália e Brasil, Ticiana Catemazzo. Na oportunidade, foram discutidas parcerias em projetos de ressocialização psicossocial, saúde mental e educação.

Wellington Dias lembrou que a parceria entre Piauí e Itália já existe há algum tempo. “Há alguns anos, visitamos a região de Piemonte e fizemos uma parceria que envolveu, na época, a área social voltada para a qualificação de nossas equipes. Aproveitamos a experiência dessa região com base científica na área da ressocialização psicológica e também trabalhamos a temática do suicídio. Isso ajudou porque temos hoje equipes bem preparadas”, afirmou.

No encontro desta quarta-feira, a comitiva italiana apresentou um trabalho voltado para crianças que acabam se afastando da escola e outras atividades por conta de algum problema de saúde que leve à internação. “Eles apresentaram um programa que permite a qualificação de profissionais como a direção de escolas, professores da rede hospitalar pública e privada, para que a criança siga seu tratamento e possa seguir com seus estudos por intermédio da tecnologia. Acertamos com a Secretaria da Educação e outras instituições, os meios para implantar esse projeto no estado do Piauí”, adiantou o governador.

O embaixador da Universidade Estadual de Turim, Piermaria Furlan, destacou os projetos de ressocialização psicossocial realizados na Itália. “Nós possuímos um programa que tem quase 20 anos e apresentei, hoje, ao governador. Este programa está sendo utilizado pela Universidade de Turim, na Itália. Percebemos que são muitas pessoas passando por enfermidades mentais e tomando diversos tipos de remédios por meio de pesquisas. Então, temos que modificar essa realidade social, sobretudo por meio da política”, declarou.

Para o secretário Estadual da Educação, Ellen Gera, a experiência da Itália agrega valor aos projetos pilotos que já estão sendo realizados no Estado. “Um projeto piloto está sendo realizado no Hospital São Marcos, com uma sala para atender as crianças que estão internadas por casos de câncer. Agora, vamos pegar essa experiência da Itália, que também tem uma experiência ampla no trabalho de formação de professores e profissionais da saúde, por meio dessa parceria, para levar educação para dentro dos hospitais, indo ao encontro das pessoas que estão afastadas da escola. Após essa reunião, o governador determinou que a Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde e a Universidade Estadual tomem as medidas necessárias para levar essa prática para os pacientes que estão internados nos hospitais do Piauí”, disse o gestor.

Superintendência do Banco do Brasil no Piauí será mantida, informa Ciro

21/08/2019 - 15:15

O Banco do Brasil (BB) vai manter a superintendência da instituição no Piauí. A informação foi confirmada pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas) após reunião com diretores do BB e a bancada piauiense no Congresso Nacional.

“Explicamos a importância da superintendência para o bom atendimento a todos os piauienses, e como o fechamento afetaria milhares de cidadãos. Os diretores garantiram que a superintendência vai permanecer”, detalhou o senador.

No encontro, Ciro também pediu uma previsão de reabertura das agências que foram fechadas em diversos municípios do Piauí após sofrerem assaltos. “A situação tem prejudicado os moradores dessas cidades, que estão sem atendimento”. O senador manifestou preocupação com outras agências que estão sob risco de fechamento, o que prejudicaria um número ainda maior de pessoas.

Outro ponto abordado na reunião foi a necessidade de que as agências tenham maior autonomia para negociação das dívidas rurais. Para os parlamentares, com maior liberdade, as agências poderão oferecer condições melhores aos produtores rurais do Piauí, o que vai potencializar o desenvolvimento do agronegócio no estado.

Além de Ciro, participaram da reunião os deputados Assis Carvalho, Átila Lira, Flavio Nogueira, Iracema Portella, Júlio César, Margarete Coelho e os senadores Marcelo Castro e Elmano Férrer. Os representantes do banco foram Stella Matos, gerente executiva de relações institucionais e Simão Luiz Kovalski, diretor comercial.

Câmara realiza sessão solene em homenagem ao aniversário de Parnaíba

20/08/2019 - 17:56

A Câmara dos Deputados realiza, amanhã (21), sessão solene, às 9h, em homenagem pelos 175º aniversário de Parnaíba. Deputados federais, senadores e o prefeito Mão Santa participarão da solenidade, que acontecerá na sede do poder Legislativo, em Brasília, (DF).

O requerimento que solicitou a homenagem é de autoria do deputado federal Flávio Nogueira (PDT-PI), que justificou o pedido pela importância de ser a segunda cidade mais populosa do Estado, e o principal município litorâneo, recebendo centenas de turistas.  “Parnaíba representa a grande riqueza do Piauí, pois é um município que possui relevante valor para a economia do Estado” afirma Nogueira.

Potencial do Nordeste em geração e distribuição de energia é destaque em São Paulo 

20/08/2019 - 15:40

O governador Wellington Dias (PT) participou, hoje (20), no Maksoud Plaza, em São Paulo, do evento Diálogos Capitais, promovido pela revista CartaCapital. O evento teve como objetivo debater o novo Consórcio Nordeste, iniciativa dos estados da região para estabelecer uma maior cooperação política, econômica e social para alavancar o crescimento da região. A abertura foi marcada pela palestra “O desenvolvimento do Brasil e a questão regional”, por Luiz Gonzaga Belluzzo. Além de Wellington Dias, o evento também contou com a presença dos governadores Camilo Santana (CE), Fátima Bezerra (RN) e Flávio Dino (MA).
Dias também destacou que as principais oportunidades na região estão no setor de geração e distribuição de energia. “O que está apontado é que essa região do Brasil tem condição de gerar 80% da energia necessária até 2030. Além das energias renováveis, há diversas oportunidades em áreas como infraestrutura, energia eólica, solar, mineração, produção de alimentos e turismo. O objetivo dos governadores é fazer com que mais investidores conheçam, se interessem e se integrem com os empreendedores já existentes na região”, pontuou Wellington.

Congresso debate LDO 2020 nesta quarta-feira

20/08/2019 - 08:41

O Congresso Nacional reúne-se amanhã  (21), a partir das 11 horas, para discutir e votar o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. A pauta traz ainda proposta que altera regras de funcionamento da Comissão Mista de Orçamento (CMO) devido às recém-criadas emendas impositivas de bancada.

Antes, deputados e senadores terão de votar 14 vetos que trancam os trabalhos da sessão conjunta. Entre eles estão os relacionados às regras para fiscalização de benefícios previdenciários (Veto 22), ao funcionamento das agências reguladoras (Veto 23) e às novas normas para proteção de dados pessoais (Veto 24).

A proposta para a LDO (PLN 5/19) foi aprovada no último dia 8 pela Comissão de Orçamento. O parecer do relator, deputado Cacá Leão (PP-BA), traz várias alterações em relação ao texto original do Poder Executivo, como a criação de um anexo com metas e prioridades para o governo Bolsonaro no próximo ano.

Cacá Leão incluiu a possibilidade de reajustes salariais para os servidores civis, mas a decisão caberá ao Poder Executivo, que só previa alterações nas remunerações das Forças Armadas. O relator também incluiu na proposta a proibição de aumentos em qualquer auxílio pago a servidor (alimentação, moradia e creche).

Para o salário mínimo, Cacá Leão manteve a proposta original do Poder Executivo, de reajuste para R$ 1.040 em 2020, sem ganhos reais. Em relação ao valor atual (R$ 998), o aumento nominal será de 4,2%, mesma variação prevista pelo governo para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) neste ano.