Representantes do Consórcio do Nordeste conhecem UAPI

21/07/2019 - 14:21

O modelo de ensino superior à distância adotado pelo Estado do Piauí foi o tema discutido durante a visita técnica que visa a criação da Universidade Aberta do Nordeste – Consórcio Nordeste. Representantes dos estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia conheceram o projeto, a metodologia e as ferramentas da Universidade Aberta do Piauí, a UAPI.
Os representantes das secretarias estaduais de educação visitaram os seis estúdios do Canal Educação, responsável pela transmissão dos conteúdos nas 900 salas de aula que disponibiliza o curso de administração aos 120 municípios piauienses contemplados pelo programa.
A superintendente de Ensino Superior da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Lourdes Lopes, destaca que os visitantes puderam observar na prática como a mediação tecnológica permitiu ampliar o acesso ao Ensino Superior no Estado. Em Jatobá do Piauí foram recebidos pelos 45 alunos que fazem parte da primeira turma de Ensino Superior no município. O polo da Universidade Aberta do Piauí funciona na Unidade Escolar Professor Francisco Luis de Oliveira e atende também alundos municípios de Milton Brandão, Nazaré do Piauí e Campo Maior.
Após assistir uma aula com os estudantes e perceber, na prática, como funciona o programa, o assessor especial da Secretaria de Educação da Bahia, Nildon Carlos Santos Pitombo, definiu como positivo o saldo da visita ao programa. “A partir da visita ao Piauí, que tem uma Universidade Aberta de jurisdição estadual, a expectativa se cumpriu no sentido de vermos o nível de organização, planejamento e execução. Após ver o Canal Educação, conversar com os professores e alunos, voltamos com o sentido de dever cumprido e parabenizo o Piauí por nos oferecer esta rica experiência que se desdobra no desenvolvimento das regiões. A ideia é fazer uma rede com a mesma objetividade que o Piauí está mostrando para o Nordeste como um todo”, explica o representante da Bahia.

Secretaria de Segurança distribui pulseiras de identificação para crianças

20/07/2019 - 12:16

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), através do Centro Integrado em Luís Correia, lançou neste ano de 2019, as pulseiras de identificação para crianças que frequentam as praias do litoral piauiense durante as férias. O objetivo é que os pais possam colocar informações necessárias para casos em que precisem de ajuda.

A distribuição iniciou na manhã de sexta-feira (19), nas praias de Atalaia e Maramá e será feita até o dia 31 de julho no Centro Integrado de Segurança, em Luís Correia, que fica ao lado do Sesc Praia e também em praias da região.

“Recomendamos que os pais ou responsáveis se mantenham atentos a importância dessa iniciativa da Secretaria de Segurança, identifiquem as crianças e aproveitem as férias com segurança e tranquilidade”, ressaltou o Secretário, Fábio Abreu.

Banco do Nordeste comemora 67 anos de promoção ao desenvolvimento regional

19/07/2019 - 16:12

 “Ser banco de desenvolvimento é gerar transformações de pessoas, de comunidades, de municípios, de territórios e da Região”. Assim o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, definiu o propósito da instituição na abertura do XXV Fórum BNB de Desenvolvimento, que celebra os 67 anos da instituição, hoje, na sua sede, em Fortaleza.

Durante a cerimônia, foram homenageadas personalidades com a Comenda Banco do Nordeste de Desenvolvimento Regional. Na categoria Político-institucional, foram reconhecidos o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, o presidente do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, representada pelo assessor especial Danilo Forte. O empreendedor pernambucano Jorge Petribú foi homenageado na categoria Empresarial e o trabalho do professor alagoano Krerley Irraciel Martins Oliveira foi reconhecido na categoria Acadêmica.

O presidente Romildo destacou três grandes eixos de atuação do Banco do Nordeste: aplicar o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) com cada vez mais eficiência; avançar no microcrédito, segmento em que o BNB é líder de mercado e tem o maior programa da América do Sul, o Crediamigo; e ser o banco das micro, pequenas e médias empresas de sua área de atuação, que inclui os nove Estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Em seu discurso, o ministro Gustavo Canuto ressaltou o tema do Fórum de Desenvolvimento: “Empreendedorismo e Inovação”. “Precisamos empreender e inovar. Empreender é acreditar em um sonho e agir, e inovar é persistir. Mas, para persistir, são necessários recursos. E é aí que esta instituição exemplar entra em cena, com o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste”, indicou.

O evento é realizado em paralelo com o XXIV Encontro Regional de Economia, promovido em parceria com a Associação Nacional de Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec). O presidente da Anpec, Roberto Meurer, ressaltou que a maioria dos trabalhos apresentados e premiados são de pesquisadores nordestinos. “A parceria do setor produtivo com a universidade é perfeitamente possível”, declarou.

Apoio à inovação nas MPEs

A programação do fórum inclui também o lançamento do edital Fundeci 01/2019 de Subvenção Econômica para Inovação em Empresas da Região Nordeste e do Norte dos Estados do Espírito Santo e de Minas Gerais, no valor de R$ 5 milhões. O Banco do Nordeste apoiará micro e pequenas empresas, com valores entre R$ 60 mil e R$ 300 mil por projeto que tenha como finalidade o desenvolvimento de novos produtos, serviços ou processos ou a agregação de novas funcionalidades ou características aos já existentes.

As propostas podem ser enviadas até o dia 2 de setembro, via Sistema de Gerenciamento de Convênios. As empresas têm até 28 de agosto para habilitarem-se a utilizar a plataforma. Os recursos para apoio financeiro não reembolsável são oriundos do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci). O edital está disponível na internet no endereço www.bnb.gov.br/fundeci.

Piauí apresentará projetos de PPP a investidores chineses

19/07/2019 - 14:51

O Piauí tem colocado em prática uma ampla agenda de mudanças que permitem a expansão dos investimentos em infraestrutura, por meio do Programa de Parcerias Público-Privadas (PPPs). Por esse motivo, a convite do GRI Club Infra, participará entre os dias 5 e 9 de agosto da 4ª edição do GRI Latan-China Infrastructure Summit Week em Pequim e Xangai.

O evento conecta executivos seniores e autoridades do setor de infraestrutura atuantes na América Latina e no mercado chinês. Estão sendo esperados mais de 200 representantes de investidores, operadores e bancos chineses e latino-americanos. O Governo do Piauí também visitará sedes das empresas chinesas, durante visitas técnicas, e se reunirá com seus dirigentes, apresentando seus projetos e oportunidades de parcerias.

Viviane Moura, superintendente de parcerias e concessões, ressalta que o Piauí terá a oportunidade de apresentar seus projetos a grandes players do mercado, que têm interesse de ampliar sua base de investimento em infraestrutura pelo mundo. “É uma oportunidade ímpar, já que estamos falando de um país que investe maciçamente em infraestrutura e que tem recurso financeiro disponível hoje para investir em oportunidades de negócios pelo mundo”, frisa a gestora.

A China é hoje o maior parceiro comercial do Brasil, liderando o ranking tanto na importação (US$ 29 milhões, o equivalente a 19,2% das importações brasileiras) quanto em exportação (R$ 64 milhões ou 26,8% do total). O Nordeste do país também tem atraído a atenção de investidores estrangeiros em virtude de sua capacidade de mobilização e organização com relação às oportunidades de investimento.

“A China, ao longo dos últimos cinco anos, tem se destacado no Brasil pela articulação com a iniciativa privada brasileira, formando sociedades em negócios como portos, aeroportos, energias renováveis, gás, petróleo, termoelétrica e ferrovias. O objetivo é atrair capital e a experiência técnica chinesa para ajudar na promoção do desenvolvimento do Piauí”, afirma Viviane.

Serão apresentados aos investidores chineses projetos de parceria público-privada do Porto de Luís Correia, VLT de Teresina e Transcerrados, que são projetos de infraestrutura que requerem maior aporte de investimento financeiro. “A capacidade de investimento público ficou extremamente limitada, não sobra recursos para investir, principalmente, em projetos de infraestrutura mais caros, como é o caso de ferrovias, de portos, algumas rodovias, e tem países fora do contexto da América Latina, como na Europa e Ásia, que olham com muito apetite para o mercado brasileiro, como uma oportunidade para trabalhar com infraestrutura. E isso é extremamente necessário para o nosso crescimento e desenvolvimento econômico e social. Vale dizer que essa articulação não exclui o mercado local e nem nacional, ao contrário, estimula toda a cadeia produtiva”, comenta a superintendente.

O GRI Latan-China também contará com a presença do Ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, do governador de São Paulo, João Dória, e do embaixador do Brasil em Pequim, Paulo Estivallet de Mesquita.

SDU Leste prioriza acessibilidade em planos de mobilidade urbana

18/07/2019 - 13:04

A Prefeitura de Teresina vem traçando projetos de pavimentação, como corredores estratégicos para permitir a mobilidade de pessoas com dificuldades de locomoção. As obras de pavimentação, promovidas pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste), incluem a sinalização vertical das vias e a implantação de calçadas com rampas acessíveis para as pessoas com deficiência.

“As ruas escolhidas facilitam o trânsito, em todos os sentidos, sejam transversais ou longitudinais. Além de contarmos com o fato de algumas regiões terem sido ocupadas de forma desordenada, levamos em consideração também o espaçamento das calçadas já existentes e nos apropriamos da lei para executar esse tipo de construção. Portanto, o cadeirante poderá circular de um extremo ao outro dentro dessa rota traçada”, explicou o superintendente executivo e engenheiro da SDU Leste, Ângelo Cavalcante.

Governo implanta internet e desenvolve aplicativo com atrações da Trilha das Emoções

18/07/2019 - 11:21

O governador determinou o início imediato dos serviços, que possibilitarão passeios mais seguros aos visitantes. Os aventureiros que buscarem a Trilha das Emoções no Piauí serão testemunhas que turismo “off road” não significa “off line”. Por determinação do governador Wellington Dias, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Agência de Tecnologia da Informação (ATI) vão iniciar a implantação de internet ao longo do percurso de 187 quilômetros, preparados para oferecer experiências inesquecíveis de integração com a natureza, no litoral piauiense.

Em audiência, nessa terça-feira (16), no Palácio de Karnak, o governador determinou o início imediato dos serviços, que possibilitarão passeios mais seguros aos visitantes, com auxílio de um aplicativo que está sendo desenvolvido. “Todos que entrarem na trilha terão um aplicativo, onde terá acesso a todas as informações e, se tiver algum problema, há como se comunicar”, explicou Carina Câmara, superintendente de Turismo da Setur.

A Trilha das Emoções possui 187 quilômetros, se estendendo da divisa do Ceará até a divisa com o Maranhão. É concebida para oferecer um espaço regular à circulação de carros UTV, quadriciclo e outros veículos de aventura. O percurso envolve terra, areia, mata fechada e estradões. No itinerário, o turista passa dentro dos tabuleiros litorâneos, da Lagoa do Portinho, Lagoa de Sobradinho e diversos outros pontos turísticos da região. O plano é interligar Piauí, Maranhão e Ceará, estados integrantes da Rota das Emoções.

 “Estou convidando os governadores do Ceará e do Maranhão para que eles conheçam essa parte da Rota das Emoções no Piauí e possam seguir em direção a Camocim, Jericoacoara, Barreirinhas e Lençóis Maranhenses, completando essa trilha e oferecendo uma alternativa para o Brasil e o mundo” ressaltou Wellington.

A pista principal da Trilha das Emoções está pronta. A Setur está finalizando a sinalização e algumas alças de acesso a pontos turísticos e pontos de apoio. A internet vai beneficiar também as comunidades que vivem ao longo do curso da trilha. A inauguração está prevista para o dia 23 de agosto, com a presença do governador Wellington Dias e outras autoridades.